Num ano atípico e pouco favorável para a restauração, surge a boa notícia de que dois estabelecimentos portugueses passaram a fazer parte da lista de restaurantes distinguidos com estrela Michelin. O guia de 2021 para  Portugal e Espanha foi revelado esta segunda-feira, 14 de dezembro, numa gala transmitida online a partir da Real Casa dos Correios, em Madrid.

Da lista à qual se juntou o "100 maneiras", do chef Ljubomir Stanisic, no Bairro Alto, e o "Eneko Lisboa", do chef basco Eneko Atxa, em Alcantâra, fazem agora parte 28 restaurantes portugueses, sete deles com duas estrelas.  Ljubomir foi pela primeira vez distinguido nesta categoria, mas para o chef basco esta distinção já não é uma novidade visto que no seu currículo constam já cinco estrelas Michelin — três no Azurmendi, em Larrabetzu, Espanha, uma no Eneko Bilbau e outra no Eneko. O restaurante Azurmendi faz ainda parte dos 50 melhores restaurantes do  mundo sendo por duas vezes eleito o mais sustentável.

Ljubomir Stanisic e empresários terminam greve de fome após reunião com Medina
Ljubomir Stanisic e empresários terminam greve de fome após reunião com Medina
Ver artigo

"O trabalho dos inspetores em Espanha e Portugal deu os seus frutos, já que, tratando-se de um ano tão complicado para a hotelaria, continuamos a encontrar jovens valores e espaços inovadores que, cada vez mais com base no produto local e de proximidade, são capazes de nos oferecer autêntico prazer gastronómico", afirmou Gwendal Poullennec, diretor Internacional dos Guias Michelin, na abertura da gala.

Ljubomir Stanisic não escondeu a emoção ao ver pela primeira vez um dos seus restaurantes receber uma estrela Michelin e de imediato pronunciou-se nas redes sociais, agradecendo às pessoas que o acompanham. "Não conquistamos nada sozinhos... e essa é a grande beleza da vida! Trabalhámos muito, juntos, para ser a melhor versão possível de quem somos, seja neste ano que não é exemplo para ninguém, seja nos outros. Vejo este prémio como um reconhecimento disso mesmo: do trabalho, do afinco, do rigor, mas também da personalidade e de um percurso. O 100 Maneiras nasceu em 2004, renasceu das cinzas em 2009 e, em 2019, reinventou-se depois de quatro anos de obras e muitos revezes", referiu o chef na descrição das várias imagens que partilhou na rede social Instagram .

Ljubomir Stanisic: "Os fins de semana são cruciais para a sobrevivência dos restaurantes"
Ljubomir Stanisic: "Os fins de semana são cruciais para a sobrevivência dos restaurantes"
Ver artigo

"Acredito que esta é a planta que semeámos, regámos e alimentámos com amor estes anos todos. Somos muitos pais e muitas mães, somos 100! Sem preconceitos, sem manias, sem medo de fazer diferente. De ser diferente. Obrigado, equipa, obrigado família: por acreditarem, por persistirem, por resistirem. Estou feliz, porra! Estou mesmo feliz! Sobretudo por vos ter aqui ao meu lado, para gritar e celebrar e brindar até não sobrar mais voz. Juntos somos definitivamente mais fortes! Hvala!", acrescentou na mesma publicação.

A noite desta segunda-feira contou ainda com algumas novidades, visto que ao guia se juntou uma nova classificação. A Estrela Verde passa agora a fazer parte do guia Michelin e está relacionada, não com a avaliação dos inspetores, mas com a adesão dos restaurantes aos princípios de sustentabilidade. "É um começo, uma espécie de incentivo aos restaurantes, para que adiram e comuniquem estes conceitos. Este ano temos já 21 estrelas verdes, todas de Espanha, mas o apelo é que os restaurantes portugueses nos comuniquem também estes novos conceitos", disse o responsável pela comunicação do guia, Angel-Pardo Castro, ao jornal "Público".

Devido à pandemia da Covid-19 o guia, que costuma estar fechado na primeira semana de agosto, apenas ficou concluído em outubro. Ao "Público" os responsáveis confidenciaram que as avaliações começaram em setembro de 2019 sendo obrigados parar devido ao confinamento — tempo que aproveitaram para contactos com os restaurantes e trocas de informações entre os inspetores. As visitas aos restaurantes regressaram a partir de dia 22 de julho.

Este ano, Portugal perdeu uma das estrelas pertencente ao restaurante "São Gabriel", em Almancil, devido ao encerramento do mesmo no final de 2019. Em Espanha há três novos restaurantes com duas estrelas Michelin e  mais 19 com uma sendo que este ano não foi anunciado nenhum com três estrelas.

Conheça a lista de restaurantes portugueses  distinguidos pelo Guia Michelin.

7 restaurantes com duas estrelas Michelin: 

Casa de Chá da Boa Nova, Leça da Palmeira. Rui Paula
The Yeatman, Vila Nova de Gaia. Ricardo Costa
Alma, Lisboa. Henrique Sá Pessoa
Belcanto, Lisboa. José Avillez
Ocean, Alporchinhos. Hans Neuner
Vila Joya, Albufeira. Dieter Koschina
Il Gallo d"Oro, Funchal.  Benoît Sinthon

21 restaurantes com uma estrela Michelin: 

100 Maneiras, Lisboa. Ljubmir Stanisic
Enoko Lisboa. Eneko Atxa

A Cozinha, Guimarães. António Loureiro
Pedro Lemos, Porto. Pedro Lemos
Antiqvvm, Porto. Vítor Matos
Mesa de Lemos, Viseu.  Diogo Rocha
Fifty Seconds, Lisboa. Martin Berasategui
Epur, Vincent Farges
Midori, Sintra. Pedro Almeida
Loco, Lisboa. Alexandre Silva
Feitoria, Lisboa. João Rodrigues
LAB by Sergi Arola, Sintra.  Sergi Arola
Fortaleza do Guincho, Cascais. Gil Fernandes
Eleven, Lisboa. Joachim Koerper
Vistas, Algarve.  Rui Silvestre
Gusto By Heinz Beck, Almancil. Heinz Beck
Vista do Bela Vista Hotel & Spa, Portimão. João Oliveira
Bon Bon, Carvoeiro. Louis Anjos
William, Funchal. Luís Pestana
G Restaurante, Bragança.  Óscar e António Geadas
Largo do Paço da Casa da Calçada, Amarante.  Tiago Bonito

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.