Depois de quatro anos encerrada para obras de renovação, a estação de metro de Arroios abriu portas esta segunda-feira, 13 de setembro. Para quebrar a rotina a meio da semana, vá jantar fora e aproveite para fazer o caminho de metro de modo a conhecer a renovada estação, que está mais ampla e com um átrio mais apelativo.

Apesar de vários estabelecimentos terem fechado devido ao encerramento da estação de metro, outros — entre os quais restaurantes — foram surgindo ao longo dos últimos anos. Arroios é um polo de comidas do mundo que vai poder provar sem demoras, já que em vez de ter de parar nas estações de Alameda ou Anjos e percorrer 400 metros até Arroios, já pode sair na estação de metro e seguir diretamente até ao restaurante.

A Maria Food Hub é uma nova casa portuguesa — com tostas abertas e bowls
A Maria Food Hub é uma nova casa portuguesa — com tostas abertas e bowls
Ver artigo

Desde a comida do Médio Oriente, passando pela japonesa até aos pratos vegan e às melhores cookies que já provámos (e estão no Pequeno Café Bistrô), são vários os conceitos para descobrir depois de viajar a bordo de uma das seis carruagens de metro que param em Arroios. Se for à procura de petiscos também vai encontrar, bem como pizzas, porque comida italiana está presente em qualquer cidade.

1. Pequeno Café Bistrô

Pequeno Café Bistrô

É um pequeno espaço, mas com uma grande ementa que serve todos os gostos, incluindo pessoas que seguem uma alimentação vegan. O restaurante nasceu da vontade de três amigos que vieram do Brasil — Maria Eduarda, chef pasteleira, Tomas, chef vegan, e Isabela, especialista em agricultura biológica —, que criaram em Arroios um espaço acolhedor, com ofertas desde o pequeno-almoço ao jantar.

Há brunch, ou melhor, um brunchzinho, com pães de queijo ou beijo, torrada de pão brioche ou rústico, tofu mexido com pão ou pudim de chia e mini cookie (13€). Para almoçar é sugerido o menu almôndegas vegan e sem glúten (12€) ou menu da semana, com sopa, prato e bebida (16€), ou ainda quiche com salada (6,50€). Nas opções para qualquer hora, peça socca (panqueca doce) ou uma tábua de doces para os gulosos (10€).

Já para o jantar, o Pequeno Café Bistrô tem para começar um "camembert" vegan assado com alho e ervas (6€) e sugestões de petiscos como o combo do mercado — uma seleção do melhor que há no mercado de Arroios —, com grissinis do Pequeno, pizza da Margarita, babagaboush do Mezze e maionese de couve-flor do Pequeno (10€). Para algo mais composto, tem sempre o prato da semana anunciado no Instagram (10€). Nas bebidas, o Pequeno Café Bistrô tem uma vasta seleção de vinhos naturais e é especialista em kombucha, feita pelos próprios responsáveis do espaço.

Após o almoço, jantar ou num lanche, vai ter de pedir as cookies maravilhosas (2,50€). Ao mesmo nível, está o brownie (1,20€) e os bolos vegan da semana (4,50€).

Morada: Mercado de Arroios, loja 5
Telefone: 215 921 029/913 849 685
Horário: Quarta a sábado 10h-22h. Quarta 10h-17h. Fecha de domingo a terça-feira.

2. Mezze

Mezze
Mezze créditos: instagram

Na carta do restaurante anterior já conheceu umas das propostas do menu do Mezze: o babagaboush (puré de beringela assada, tomate e xarope de romã). Mas há muito mais, como as baklavas. "Não há baklavas como as nossas", dizem os responsáveis do restaurante sírio que emprega refugiados do Médio Oriente.

Gulosos que somos, tomámos logo atenção à sobremesa, mas o Mezze apresenta seis menus para partilhar de modo a que possa provar um pouco de tudo o que há na gastronomia do Médio Oriente.

O primeiro combinado (14€), por exemplo, junta coisas como sheikh el-mehshi (beringela recheada com carne picada, tomate e pinhões) e o indispensável pão sírio; o segundo menu é completamente vegan (13€) e tem moussaka (beringelas no forno) e hummus; e ainda existe um sexto (14,50€) que leva o paladar até Marrocos através de kuskus (sémola de trigo com passas e amêndoas) e salat jareer (salada de rúcula com cebola e sumaq). Também é possível pedir à carta. Quanto a bebidas, também encontra algo típico, como sumo de tamarindo (1,90€) e chá sírio (2€).

Morada: Rua Ângela Pinto 40D Loja 22/23 Mercado de Arroios, Lisboa
Horário (em constante atualização segundo as novas regras): quarta a sexta 12h-22h30; sábado e domingo 10h-13h, segunda 12h-15h. Fecha à terça.
Telefone: 939806699

3. Margarita

Margarita
Margarita créditos: instagram

Fazemos uma pausa nas cozinhas mais irreverentes para um clássico: pizza. Pelo nome deste restaurante, Margarita, pode parecer que falamos de comida e bebida mexicana, e apesar de até ter cocktails maravilhosos — como já comprovámos — a estrela do menu são as pizzas que saem do forno todos os dias no Mercado de Arroios.

Margarita não é só nome de cocktail (6,50€), é também o nome da pizza mais simples: a Margarita, com molho de tomate, mozarela e manjericão. Pode escolher ainda a pizza chévre, com cebola caramelizada, tomate seco e queijo de cabra; a piri-piri, com pepperoni, rúcula e parmegiano; ou a pêra e gorgonzola, que junta ainda fiambre e noz. Custam entre 7,90€ e 11,90€.

Para beber, escolha um dos cocktails da casa, como o mojito (5,80€), caipirinha (5,60€) ou Cuba Libre (6€).

Pode também pedir para entregar em casa através das plataformas Uber Eats, Takeaway.com e Glovo, ou recolher a encomenda em regime de take away.

Margarita

Localização: Loja Margarita, Mercado de Arroios, R. Ângela Pinto, 1900-067 Lisboa
Reservas: 21 249 7297
Horário: todos os dias das 12h às 15h e das 19h às 22h30

4. Costa Do Malabar

Biriyani do Costa Do Malabar
Biriyani do Costa Do Malabar créditos: instagram

Voltamos à rota de destinos menos comuns para um jantar fora da rotina, desta vez num restaurante de comida do sul da Índia que é, aliás, o primeiro e único em Lisboa. Surge então uma questão: o que diferencia a comida servida neste restaurante de um tradicional indiano? Basta dar um olho na ementa do Costa Do Malabar.

Talvez seja a primeira vez que vai ouvir falar, e poder provar sem sair de Lisboa, uma masala dosa, prato típico do sul da Índia que consiste num crepe com arroz e lentilhas (8,40€). É uma das especialidades do Costa Do Malabar e está ao lado da dosa de queijo, panqueca feita com arroz e lentilhas e recheada com queijo (8,90€), e da dosa de frango, com curry de batata dentro de um crepe grande e fino (8,40€). Além de comer no restaurante, pode ainda encomendar diretamente no site para entrega ao domicílio ou take away.

Outro dos pratos típicos é o biriyani, feito com arroz e que é feito nas versões vegetariana, com frango ou camarão (desde 11,90€).

Costa Do Malabar

Localização: Rua Rosa Damasceno 6A, 1900-396 Lisboa
Reservas: +351 967 67 3230 / +351 914 35 8835
Horário: de segunda-feira a sábado das 12h às 15h e das 19h às 22h30

5. Viagem das Horas

Robalo cru com marinada de óleos asiáticos e lima e flocos de chili (A Love Supreme por 8,50€)
Robalo cru com marinada de óleos asiáticos e lima e flocos de chili (A Love Supreme por 8,50€) créditos: instagram

Vai longa a viagem de restaurantes por Arroios, mas continua sempre saborosa. No Viagem das Horas, um gastropub perto do Mercado de Arroios, não há uma gastronomia típica, uma vez que o conceito é a partilha. É o local ideal para um jantar seguido de saída à noite, uma vez que às tapas juntam-se vinhos e música do Dj Rykardo (ou Ricardo Maneira que é também o fundador do espaço) de terça-feira a sábado entre as 17h e as 23h.

O Viagem das horas andou a percorrer o Mercado de Arroios e outros pequenos projetos da cidade e juntou um pouco de tudo na ementa: o pão é da padaria do lado, a Terra Pão, as tapas, com húmus e babaganoush, do Mezze (Um Homem na Cidade custa 4,50€), queijos do Mercado de Arroios e aperitivos da cantina do Templo Hindu.

Na ementa encontra ainda robalo cru com marinada de óleos asiáticos e lima e flocos de chili (A Love Supreme por 8,50€) e brioche de leitão da Bairrada agridoce (The Creator Has a Masterplan por 8€).

Viagem das horas

Localização: Rua José Ricardo, 1 (Arroios)
Reservas: 937 012 163
Horário: de segunda a sábado, das 16h às 22h30

6. Padaria Terra Pão

Tutano, vinagrete, sourdough de trigo da Padaria Terra Pão
Tutano, vinagrete, sourdough de trigo da Padaria Terra Pão créditos: instagram

Já que falámos no pão da Terra Pão no gastropub anterior, não podíamos de deixar de dar a conhecer esta padaria artesanal que tem muito mais do que pão feito à mão com farinhas de moleiro e massa mãe para levar para casa.

Pode comer mesmo na padaria o pão acabado de fazer e de formas bem apetitosas. Esqueça as sandes mistas ou com manteiga, aqui pode pedir um pão com patê de pato foie gras (2€), com presunto 15 meses de cura (6,70€), com tutano com vinagrete e de lemon curd (2€).

Para acompanhar, uma cerveja artesanal (3€) ou, se for ao pequeno-almoço e pedir um pão com ovo bio a baixa temperatura (2,20€), tem de experimentar o café coado da Columbia (2€).

Padaria Terra Pão

Localização: Mercado de Arroios, R. Ângela Pinto 40D Loja 8, 1900-221 Lisboa
Reservas: 910 484 446
Horário: de terça a sábado das 9h às 16h

7. FishFish Sushi

créditos: © Ruben Ramos

Sushi em Arroios? Sim, mas não na forma como habitualmente conhece. O sushi do FishFish Sushi é servido em tacos japoneses que se apresentam de formas variadas: pode escolher o minori, com salmão marinado e cebola frita; yura, com atum e manga; koharu, com manga e cogumelos shitake; kenichi, com guacamole, cebolinho e ovas; e ainda o beach, que além dos sabores frescos de salmão e frutas do dia, é uma versão a pensar no cuidados com a alimentação a tempo do verão, já que na base o arroz é substituído por rúcula. Cada taco custa 6,50€.

O FishFish Sushi está Arroios e ainda em Oeiras, ou em sua casa, caso peça para entrega ao domicílio ou para take away.

FishFish

FishFish Lisboa

  • Telefone: 911 111 889
  • Morada: Rua Pascoal de Melo, 66C Arroios 1000 - 059 Lisboa
  • Horário: 12h às 14h30 e das 19h às 22h

FishFish Oeiras

  • Telefone: 910 851 443
  • Morada: Av. Marginal, 2760-154 Oeiras
  • Horário: das 12h às 22h

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.