Ni Michi é o novo restaurante de cozinha latina de Lisboa, que abriu portas a 10 de janeiro no LX Factory. Não faltam cozinhas latinas pela cidade, mas esta tem uma particularidade: quem se senta à mesa de um dos 82 lugares no interior ou dos 50 lugares na esplanada tem de ter em mente que é para não fazer nada — além de comer.

"O nome Ni Michi surgiu de uma brincadeira entre amigos e significa darmos valor aos momentos em que não fazemos nada, tornando-os em momentos criativos e de edificação. E se pensarmos bem, se o nada não existisse, não existiria nada. Uma verdadeira referência às raízes amazónicas, ao culto pela natureza e ao bem viver indígena. No Ni Michi, o ato de não fazer nada é pura contemplação e momento de criação", dizem os proprietários Filipe Ferreira, 27 anos, e Luís Ferreira, 24, à MAGG.

O México chegou ao Príncipe Real. Prepare um jantar temático com tortilhas e cervejas típicas
O México chegou ao Príncipe Real. Prepare um jantar temático com tortilhas e cervejas típicas
Ver artigo

Os irmãos formados em hotelaria são também responsáveis por outros negócios na área da restauração em Lisboa, mas faltava-lhes adicionar um que remetesse para as origens de ambos: América Latina. "Foi precisamente esse gosto por este tipo de cozinha, pela cultura e tradições latinas que nos fez criar o Ni Michi. Para nós, a comida latina significa alegria e harmonia e é precisamente isso que procuramos dar a experienciar a quem visita o restaurante", continuam.

Fora a alegria que tem de fazer parte dos momentos valiosos de não fazer nada, os pratos mais clássicos e populares são obrigatórios para quem passa no novo restaurante do LX Factory. Filipe e Luís destacam os ceviches, os tacos, os burritos e as chaufas peruanas, dado que são "os pratos que têm registado uma maior procura por parte dos clientes".

Ni Michi

Localização: LX Factory - R. Rodrigues de Faria, 103 Edifício I, Espaço 0.01, 1300-501 Lisboa
Horário: quinta-feira a sábado das 11h às 02h; domingo a quarta-feira das 11h às 00h
Reservas: 924688222

Aqui tem a garantia de provar um tradicional ceviche, como o clássico composto por peixe fresco, leite de tigre, limão, cebola roxa, coentro, milho e batata doce (15€), assim como outras sugestões que fazem jus aos que são comidos na América Latina.

Entre elas estão os tacos al pastor, com carne marinada em achiote, com abacaxi grelhado e molho de abacate (9€), as fajitas de camarão, com alioli de chipotle, guacamole e pico de galo (15€) e a então chaufa que pode ser de vegetais, do mar o de carne (desde 13,90€).

As sobremesas do Ni Michi incluem, obviamente, churros com doce de leite (4,50,€) e para acompanhar tudo isto tem de pedir uma das bebidas clássicas. Nas margaritas, há a tradicional e a de morango (ambas 7€), e nos piscos tem um especial de manga e maracujá (7,90€).

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.