Seja para fazer música, poemas ou pinturas, é o que vemos que nos serve de inspiração. Prova disso são as obras dos mais famosos pintores dos últimos séculos, como van Gogh, Cézanne ou Monet, que nos ofereceram obras que são também relatos daquilo que viveram.

Por exemplo, o famoso "Au Lapin Agile" foi pintado na altura em que Pablo Picasso se estabelecia em França, nos tempos em que lhe faltava dinheiro e em que socializava com outros criativos no bairro de Montmartre, em Paris. O "Café Terrace à Noite" faz parte das vivências do holandês Vincent van Gogh por França, mais concretamente na cidade de Arles, altura em que o artista frequentava este espaço — hoje chamado Le Café van Gogh.

Mas há mais exemplos. A "Architectural Digest" reuniu 13 e nós mostramos-lhe tudo.

"Café Terrace à Noite", de Vincent van Gogh

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Foi na cidade francesa de Arles que o pintor Vincent van Gogh viveu durante mais de um ano, tendo sido também o local onde criou algumas das suas obras mais famosas. Foi também aqui que o artista impressionista sofreu o colapso mental que levou ao corte da sua orelha esquerda. Quatro meses antes, no outono de 1888, nascia a pintura Café Terrace at Night, local onde, ainda hoje, os visitantes se podem sentar.

Mont Sainte-Victoire, de Paul Cézanne

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Alguns historiadores de arte estimam que Paul Cézanne terá pintado a paisagem de Mont Sainte-Victoire, em Aix-en-Provence, em França, mais de 60 vezes — diz-se que o artista tinha um fascínio pela montanha, pelas suas alterações de humor, isto é, pela maneira como ao longo do dia se ia alterando, devido às diferentes formas como o sol incidia nela.

"O Mundo de Cristina", de Andrew Wyeth

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Andrew Wyeth terminou a pintura Christina's World em 1948, transformando-a numa das obras mais marcantes do século XX. A imagem é referente a um verão que passou junto da casa retratada na pintura, localizada em Cushing, no estado americano do Oklahoma. Um dia viu Anna Christina Olson a rastejar em direção à construção — a mulher sofria de uma doença degenerativa — e retratou o momento, colocando cada elemento em pontos opostos, mostrando a grande distância que os separa. A casa está hoje aberta ao pública, tendo sido restaurada para corresponder à imagem que se vê na pintura.

Joe Ber'arte. Lisboa recebe a primeira exposição de arte sobre Joe Berardo
Joe Ber'arte. Lisboa recebe a primeira exposição de arte sobre Joe Berardo
Ver artigo

"A Igreja de Auvers", de Vincent van Gogh

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Apesar da estadia ter sido curta em Auvers-sur-Oise, em França, Vincent van Gogh completava cerca de uma pintura por dia diz a revista "Architectural Digest", o que faz com que seja um ponto turístico cheio de referências ao pintor. A Igreja de Auveres é uma das suas obras mais famosas, criadas nos últimos meses da sua vida.

"Impressão, nascer do sol", de Claude Monet

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Podemos considerar esta obra a mãe do impressionismo — até lá, não se conhecia este termo. No final de 1873 nasceu pela mão do artista Claude Monet, numa pintura que mostra barcos a entrarem no porto de Le Havre, em França. O pai foi o crítico Louis Leroy, que, para descrever a obra, usou o termo pela primeira vez.

"Au Lapin Agile", de Pablo Picasso

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

O pintor espanhol mudou-se de Barcelona para Paris, em França, e a vida no início não foi fácil. Começou por ser um artista pobre, que passava a grande parte do seu tempo no bairro de Montmartre, junto de outros criativos. O bar Lapin Agile era um ponto de encontro frequente e é o local retratado nesta pintura, onde surge Fréderic Gérard, dono do espaço a quem Picasso ofereceu a obra — tendo-a vendido em 1911.

"Noite Estrelada Sobre o Ródano", de Vincent van Gogh

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Van Gogh pintou o quadro icónico também na francesa Arles, num local que ficava junto da Casa Amarela, aquela que foi sua residência na sua passagem pela cidade.

"A Ruela", de Johannes Vermeer

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Não há certezas quanto à localização que inspirou a famosa obra de 1658 do artista Vermeer, mas muitos historiadores apontam para uma rua de Delft, cidade natal do artista, na Holanda. A tese ganhou mais força quando se descobriu que a mãe e a irmã do pintor moravam nesta rua, precisamente do lado oposto, que não é visível na pintura.

"A Ponte Langlois", Vincent van Gogh

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Mais uma obra do artista em Arles, França. Esta pintura, onde se vê um grupo de mulheres a lavar a roupa, foi inspirada num canal onde ainda hoje existe a estrutura da ponta que aparece.

"Nenúfares", Claude Monet

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

A pintura do impressionista Monet fica em Giverny, uma cidade perto de Paris, em França, para onde o artista se mudou em 1883. Foi em sua casa — hoje pode ser visitada — que criou algumas das suas obras mais famosas, incluindo a Série Nenúfares.

"Le Moulin de la Galette", de Vincent van Gogh

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Foi em 1886 que van Gogh saiu da Antuérpia, na Bélgica, para ir viver para Paris, em França, instalando-se em casa do irmão Theo. Aqui, o artista começou a utilizar mais cores fortes, andando pela rua a pintar aquilo que ia vendo. Um destes desenhos é do Moulin de la Galette, que fica em Montmartre, onde morava o irmão.

"Gótico Americano", de Grant Wood

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

É uma das obras que melhor representa a marca do artista americano, que é conhecido por retratar o oeste rural americano. Esta pintura é relativa a uma paisagem em Eldon, no estado do Iowa, onde se vê aquilo que parece um proprietário e a filha (a realidade é que era o dentista da família Wood e a irmã mais nova do artista). No plano atrás, consegue ver-se a Dibble House, uma casa pequena e branca.

"Campo de Trigo com Corvos", Vincent van Gogh

De van Gogh a Cézanne, os locais reais que inspiraram 13 obras de pintores famosos

Uma das pinturas mais marcantes do artista holandês. Foi concluída perto da sua morte, aos 37 anos, e representa os campos de trigo que ficam atrás do cemitério em que está sepultado van Gogh, em Auvers-sur-Oise.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.