Contrações involuntárias, tremores, cãibras, arritmias cardíacas, alterações de humor, a sensação de confusão e desorientação, fadiga, insónias e taquicardia. Sabe o que todos estes problemas têm em comum? São causados pela falta de um mineral essencial ao organismo que é apelidado por muitos especialistas como o “Mineral da Vida”: o magnésio.

O magnésio é um mineral encontrado em alimentos como os legumes, as frutas e os cereais e é extremamente importante para a vida tanto das plantas como dos animais. É o elemento principal de mais de 300 processos fisiológicos do corpo humano, e tem impacto em áreas como a regulação do humor, a saúde neurológica, entre outras. É, por isso, indispensável a todos, mas ainda mais essencial para quem pratica qualquer tipo de atividade física.

Magnésio e a atividade física

O magnésio ajuda a combater várias patologias, mas há uma em específico que se destaca, e que está relacionada com o facto de este mineral ajudar a reduzir as contrações involuntárias dos músculos: as temíveis cãibras.

Qualquer pessoa que já tenha feito algum tipo de atividade física já, em algum momento, sentiu estas dores. As cãibras surgem, geralmente, depois de uma prática intensiva e de longa duração, e ocorrem por vários fatores como a falta de oxigenação do corpo e, principalmente, pela falta de magnésio. Quando há falta destes elementos no organismo, os músculos contraem e a dor é, na grande maioria das vezes, insuportável.

7 alimentos que têm um poder alcalinizante
7 alimentos que têm um poder alcalinizante
Ver artigo

Sabemos que é apenas uma dor temporária, no entanto, as dores podem voltar a qualquer momento, por isso é fundamental que trate as cãibras para evitar que voltem a surgir. A base deste tratamento é, essencialmente, a alimentação, e é por isso que deve procurar alimentos que sejam ricos em magnésio.

Alimentos ricos em magnésio

A alimentação será sempre a principal fonte de magnésio para o organismo e há certos alimentos que têm níveis elevados deste mineral. São, por isso, boas opções para quem está a tentar combater uma deficiência deste mineral.

Tome nota destes ingredientes:

Frutas
Abacate, banana e uvas

Vegetais
Beterrabas, batatas, espinafres, couve kale e quiabo

Cereais e derivados
Granola, aveia, sêmola de milho e gérmen de trigo

Frutos secos e sementes
Sementes de sésamo e girassol, amendoim e castanha

Outros alimentos
Leite, soja, peixe, pão e grão de bico

Suplementação de magnésio

Muitas vezes, com as nossas rotinas diárias, acabamos por nem sempre fazer as melhores escolhas na nossa alimentação ou, mesmo quando o fazemos, podemos nem sempre prestar especial atenção ao nutrientes presentes em cada um dos alimentos que consumimos.

Temos tendência a optar por refeições mais industrializadas que raramente contém benefícios nutricionais, o que pode gerar carências de minerais como o magnésio. Quando isso acontece, é fundamental fazer suplementação para evitar alguns problemas de saúde a longo prazo.

Quando falamos em suplementos de magnésio, há dois que se destacam: o Cloreto de Magnésio PA e o Malato de Magnésio, que combinam magnésio com outras substâncias. No caso do Cloreto de Magnésio, este mineral é combinado com cloro — não o mesmo que se utiliza nas piscinas, claro —, que o torna mais fácil de absorver pelo organismo. Contudo, este é o suplemento que contém um menor teor de magnésio.

Sabe o que é a água alcalina? Descubra os benefícios que pode ter para a sua saúde
Sabe o que é a água alcalina? Descubra os benefícios que pode ter para a sua saúde
Ver artigo

Por outro lado, o Malato de Magnésio combina este mineral com o Acido Málico, um anti-inflamatório que gera energia para o organismo. Contrariamente ao Cloreto de Magnésio, este suplemento é de absorção prolongada e os compostos vão sendo absorvidos ao longo do dia. É ideal para consumir às refeições e ideal para tratar patologias como a fibromialgia e a fadiga, entre outras.

Existem outras opções de suplementação, como o Citrato de Magnésio, que combina este mineral com ácido cítrico. É ideal para quem sofre com problemas do sistema digestivo como a obstipação.

A lista de suplementos é bastante extensa, por isso, o ideal será consultar o seu médico para que ele indique qual a melhor suplementação para si, consoante os seus sintomas e o seu estilo de vida.

Água com Magnésio

Apesar de existirem no mercado vários suplementos como os mencionados acima, os especialistas apontam que uma das melhores formas de o organismo absorver Magnésio é através do consumo de água. Contudo, deve escolher uma água que tenha um bom teor deste mineral, ou seja, água mineralizada.

Conheça os nove principais benefícios de consumir água mineralizada e rica em Magnésio:

  1. A deficiência em Magnésio está associada ao aumento da reabsorção óssea, um mecanismo que provoca a liberação de cálcio e fosfato no sangue e prejudica o tecido ósseo;
  2. O Magnésio é fundamental para a hidratação celular já que pode tornar as membranas permeáveis à água e aos fluídos electrolíticos;
  3. É útil para o tratamento complementar das enxaquecas;
  4. A carência de magnésio está relacionada com as mudanças de humor, já que este mineral está envolvido com a produção de serotonina;
  5. A baixa ingestão de magnésio aumenta o risco de ter acidentes vasculares cerebrais (AVC);
  6. O consumo de Magnésio promove o relaxamento muscular, já que está envolvido no controlo da pressão sanguínea;
  7. A ingestão de Magnésio reduz a pressão sanguínea;
  8. O Magnésio tem impacto na metabolização da glicose e na secreção de insulina, por isso, está associado à incidência de Diabetes Mellitus Tipo 2;
  9. A redução dos níveis de Magnésio está associada à redução das funções cognitivas, especialmente para quem sofre de Alzheimer. A sua ingestão reduz o risco de demência.

Ter água rica em Magnésio em casa

A sua mineralização e concentração de magnésio é apenas uma das características da água VOA. A água extraída destas máquinas é rica noutros minerais como o cálcio e o potássio, também eles essenciais ao bom funcionamento do organismo. Além disso, a água é purificada e, por isso, livre de químicos como o cloro, alcalinizada — com pH superior a 9 — e antioxidante.

São várias as zonas do mundo onde é possível ter acesso a esta água, é o caso de regiões como a Sardenha, em Itália, ou Okinawa, no Japão, onde os locais acreditam que os benefícios desta água são o segredo para a longevidade da sua população. Contudo, nos grandes centros urbanos, não é fácil encontrar água com todas estas características, sendo que grande parte da água que encontramos é de qualidade inferior e, muitas vezes, carregada de materiais que prejudicam o organismo.

Ao instalar um filtro de água VOA em sua casa, vai conseguir ter sempre água purificada, mineralizada e alcalina à sua disposição. Para saber como instalar um e conhecer todos os benefícios desta água, passe pelo site da VOA e descubra tudo sobre a água perfeita.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.