Dina Guedes, 33 anos, voltou a falar sobre o casamento com Tiago Jaqueta, 32 anos, a propósito do programa "Casados à Primeira Vista", da SIC, e revela não só como foi o momento em que descobriu que tinha sido traída, como o impacto que teve posteriormente. Dina ficou devastada nas semanas que se seguiram ao regresso do casal da lua de mel em Cabo Verde, altura em que confrontou Tiago com as provas da traição.

"Estava fisicamente debilitada. Perdi cinco quilos em três semanas. Estava emocionalmente muito fragilizada. Deixei de dormir, isolei-me. Só chorava. Não conseguia fazer nada. Estive três dias fechada no meu quarto. Foram muito duros", disse em declarações à "TV Guia".

Dina Guerra soube que o então marido tinha estado com uma mulher no segundo dia da lua de mel, ao que se sabe, a cidadã russa, Anna Cherepanova. "Ele diz que foi só na última noite. Ela disse-me que foi logo na primeira. Só sei que ele chegou às 06h39 ao quarto a dizer-me que tinha estado no bar até às 6 da manhã. Nem questionei", contou a educadora de infância.

"Casados à Primeira Vista" marcado por discussões acesas entre concorrentes. "Foi muito falso"
"Casados à Primeira Vista" marcado por discussões acesas entre concorrentes. "Foi muito falso"
Ver artigo

"Disse-me que tinha conhecido uma pessoa com um ar vistoso, que eu não ficasse chateada porque só tinham estado a conversar sobre os problemas na Rússia, por causa da guerra", continuou Dina. A agora ex-mulher de Tiago Jaqueta questionou na altura se tinha sido mesmo só uma conversa, e o concorrente respondeu que sim.

"Ele jurou-me que sim. Eu aceitei e ficou por ali a conversa. Acreditei mesmo. Nunca imaginei que tivesse havido uma traição e logo no segundo dia. Eu caí, pronto", admite.

O casal acabou por regressar a Lisboa e Tiago nunca admitiu a traição, pelo que a relação continuou ao longo de várias semanas até à decisão final na cerimónia de compromisso. A 24 de abril, Dina Guedes e Tiago Jaqueta decidiram divorciar-se.

Numa entrevista anterior a Júlia Pinheiro, Dina disse que foram "muitas" as vezes em que se sentiu "desrespeitada".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.