2020, o ano mais atípico das nossas vidas, correu de feição para a SIC. A estação de Paço de Arcos fechará o ano a liderar, uma vitória que assinala o fecho de um ciclo atribulado, marcado não só pela pandemia mas também (e sobretudo) pela saída abrupta de Cristina Ferreira, em julho passado.

Em conferência de imprensa, via zoom, Daniel Oliveira define 2020 como "um ano extraordinariamente positivo". E elenca as razões. "A SIC é a única televisão a crescer em relação a 2019. Neste momento estamos com 19,8% contra 15,1% da TVI e 11,9% da RTP1. Somos a única televisão que cresce. É o nosso melhor resultado desde 2013, é a maior diferença entre o primeiro e o segundo lugar desde 2009 e isso é muito relevante", salienta o diretor geral de entretenimento do grupo Impresa.

"Somos líderes em todos os horários, mas ainda que essa métrica seja importante, tão importante quanto isso é aquilo que nós tivemos a capacidade de fazer", acrescenta o timoneiro de Paço de Arcos.

Mas vamos ao futuro, em concreto às duas mais mediáticas contratações feitas este ano: Ljubomir Stanisic e Bruno Nogueira.

Concorrentes de "Hell's Kitchen" em isolamento e em cenário "grandioso"

O reality show de Ljubomir Stanisic já está a ser gravado. O formato, um original britânico criado e conduzido pelo chef Gordon Ramsay, vai obedecer a "protocolos" criados internacionalmente pela produtora, a Endemol Shine. "Todos os concorrentes são testados antes do início das gravações. Ficam em isolamento para, depois, poderem gravar o programa".

Confrontos violentos, insultos e caos total. Será assim o novo programa de Ljubomir Stanisic na SIC?
Confrontos violentos, insultos e caos total. Será assim o novo programa de Ljubomir Stanisic na SIC?
Ver artigo

Daniel Oliveira salienta que, à semelhante de um restaurante real, serão cumpridas todas as regras de higiene e saúde impostas pelas autoridades competentes. "No momento do serviço, quando os concorrentes servem um conjunto de convidados, mantemos os protocolos que também existem para os restaurantes ditos normais: distanciamento, máscaras, até ao momento da refeição, de forma a que todas as regras sejam cumpridas e consigamos gravar um programa que, tenho a certeza, vai ser de alto impacto".

Os candidatos do formato vão ficar a viver num hotel mas, ao contrário da versão norte-americana, o convívio fora da cozinha e do restaurante não será exibido na versão portuguesa. "Está previsto que eles fiquem fechados durante a gravação do programa".

No formato, os concorrentes competem para conquistar o cargo de chef num restaurante. A competição vai decorrer num "cenário de 1400 metros quadrados, grandioso, à escala internacional que compara positivamente em relação ao que se fez". "Ocupa praticamente um estúdio inteiro porque tem várias especificidades. As cozinhas têm de ser industriais, têm de ter determinadas medidas, tem de haver distanciamento para os próprios instrumentos. Não são cozinhas normais. O facto de ter despensas anexas às próprias cozinhas, o sítio onde estão os alimentos, a sala para eles descansarem... é um formato em larga escala e acreditamos que aquilo que os espectadores vão ver vai ser à escala internacional", explica Daniel Oliveira

Antes da estreia de "Hell's Kitchen", Ljubomir Stanisic será o convidado de Júlia Pinheiro na próxima segunda-feira, 4 de janeiro, dia em que a TVI estreia o novo programa das tardes, "Goucha".

Novo programa de Bruno Nogueira "combina ficção e realidade"

O formato de Bruno Nogueira, em fase de pré-produção, começará a ser gravado no início de janeiro. "É um formato original, criado pelo próprio Bruno e, como todos os formatos originais, necessita de algum tempo de maturação, de reflexão, de correção de algumas coisas", avança Daniel Oliveira.

"Já chegámos à ideia final. Posso dizer que é um programa de humor diferente, que combina ficção e realidade. Vai ser diferente de tudo o que já vimos, diferente de tudo o que o Bruno já fez e essa matriz da inovação, de apostarmos em algo que é diferente e relevante do ponto de vista do conteúdo é uma das nossas premissas e que vamos seguir com o Bruno", explica o responsável da SIC.

Os últimos projetos televisivos de humor de Bruno Nogueira aconteceram na RTP e seguiram uma matriz semelhante. "Último a Sair" (2011), um fake reality show com várias celebridades portuguesas e "Odisseia" (2013), uma história com duas narrativas que se cruzam, protagonizada por Bruno Nogueira e Gonçalo Waddington.

Bruno Nogueira não estará sozinho. Será acompanhado por outros humoristas, cujos nomes o diretor geral de entretenimento do grupo Impresa não revelou. O formato, ainda sem data de estreia, será semanal.

As novidades da SIC, de 31 de dezembro a 4 de janeiro

Nos próximos cinco dias, os canais generalistas têm uma oportunidade de ouro para alcançarem números inéditos de telespectadores: há férias escolares, fim-de-semana prolongado, os portugueses em casa, confinados e com restrições de circulação. A SIC anunciou, de uma penada só, tudo o que vai acontecer entre 31 de dezembro e 4 de janeiro.

Prepare-se que a lista é extensa.

31 de dezembro

  •  “Terra Nossa Especial”, com César Mourão e, à meia noite de 31 para 1 o programa de humor "Patrões Fora", com a presença especial de Ana Malhoa;

1 de janeiro

  • estreia da segunda temporada de "A Máscara". O programa conduzido por João Manzarra, que conta com Carolina Loureiro, César Mourão e Sónia Tavares como jurados, também é transmitido no dia 2 e 3 de janeiro, o mesmo dia de estreia de "Big Brother - Duplo Impacto";
  • "Central de Ano Novo" (caras da estação recebem telefonemas e conversam com telespectadores);

2 de janeiro

  • “Casa Feliz Especial Ano novo”. O formato será emitido de manhã e marca o regresso de Diana Chaves e João Baião à antena depois de terem estado em isolamento profilático. Quim Barreiros, que está curado da covid-19, também marcará presença;
  • Marco Paulo é o convidado especial do "Alta Definição";
  • Estreia do filme "A Star is Born" em TV aberta

3 de janeiro

  • "Domingão Especial Amor, Amor", de manhã e à tarde, com a presença do elenco da nova novela da SIC, que estreia na segunda-feira, 4 de janeiro;
  • Vitorino Silva (Tino de Rans) é o convidado de Ricardo Araújo Pereira no regresso de "Isto é Gozar Com Quem Trabalha – 3ª dose";

4 de janeiro

  • O formato das manhãs "Alô Portugal", conduzido por José Figueiras e Ana Marques, começa a ser emitido mais cedo, às 8h30, e tem um novo rosto de exteriores, o ator Miguel Costa;
  • "Linha Aberta" passa a ser emitido diariamente (a SIC deixa de emitir novelas repetidas após o "Primeiro Jornal");
  • Ljubomir Stanisic é o convidado especial de Júlia Pinheiro no regresso do “Júlia”;
  • Emissão especial ao longo do dia, com intervenções em direto do camião "Amor, Amor", que levará as músicas e alegria da nova novela a várias ruas da Grande Lisboa;
  • "Amor, Amor" estreia dia 4 a seguir ao "Jornal da Noite";

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.