Pareciam um dos casais mais promissores de "O Amor Acontece", mas o idílio romântico parece ter virado pesadelo. Manuel Luís Goucha recebeu esta quinta-feira, 15 de julho, um dos concorrentes mais marcantes do reality show. Jorge Santos contou a sua história de vida e falou também da sua experiência no programa da TVI.

O ex-concorrente disse que Ide Vieira "podia ser a pessoa certa" e que tinha superado as suas expectativas. De seguida, ainda acrescentou que a sua antiga pretendente "é uma pessoa descompensada". Jorge explicou que, após a reunião do programa, Ide ficou cinco dias sem lhe ligar. "Senti-me sem chão. E então liguei a uma psicóloga e a uma jurista. Ambas brasileiras, ambas com 64 anos e ambas a viver em Portugal há muitos anos e são minhas amigas", confessou.

O entrevistado afirmou que as amigas "traçaram o mesmo perfil da Ide". "Uma predadora sexual. A primeira coisa é irem com um homem para a cama, se gostam, continuam, mas se depois não dá conversa, não tem aquela coisa, largam. É uma mulher que tem um ego que precisa de ser alimentado com esse tipo de situação", relatou Jorge Santos. Veja aqui o vídeo. 

Durante a sua passagem pelo programa, Ide Vieira chegou a fazer insinuações sobre a performance sexual de Jorge. "Eu viveria a minha vida inteira ao lado do Jorge se eu não tivesse tanto apetite sexual. Eu percebo que ele não consiga acompanhar-me no pique, na euforia e até mesmo sexualmente. Posso dizer isso…", afirmou.

Manuel Luís Goucha disse achar que Ide colocou um bocadinho em causa a virilidade do ex-concorrente. Mas foi, de imediato, corrigido pelo mesmo. "Um bocadinho? Diz o Manel que não foi a pessoa atingida", referiu Jorge. Desiludido com a atitude de Ide, o antigo participante relatou o que aconteceu após o programa. "Durante o mês que decorreu a emissão, nós falámos. E ao fim de cinco ou seis dias, ela liga-me e diz-me ‘sabes, tive a pensar, vamos ficar como amigos, vamos devagar, vamos falando, vamo-nos encontrado’. E eu disse ‘tudo bem’. Mas no dia a seguir, já tinha uma versão e no dia a seguir outra versão".

Entretanto, Jorge foi surpreendido com uma ida de Ide a Lisboa, onde ela lhe disse. "Estou cá, queres vir beber um café, vou cá dormir hoje, só vou para cima amanhã" Convite que Jorge declinou. O ex-concorrente sentiu-se desiludido com a antiga pretendente e afirmou que a mesma baixou de nível. "Não houve rigorosamente nada no campo sexual", declarou o entrevistado. Veja aqui o vídeo.

A reação de Ide. "Ele não tem a menor ideia do seja uma predadora sexual"

As declarações polémicas de Jorge foram analisadas esta sexta-feira, 16 de julho, no programa “Dois às 10”. O neuropsicólogo Alexandre Machado diz acreditar que foi a "dor e a frustração" de Jorge a falar. "Acho que não conseguiu lidar com a frustração que teve ao não conseguir chegar à Ide", comentou o especialista.

Relativamente a Ide, o neuropsicólogo acredita que, nas conversas em privado, esta achava que estava a falar para a pessoa e não para as câmaras. "É comum às vezes as pessoas confundirem um bocado quando estão a filmar e não estão. Acho que ela teve um desabafo infeliz", acrescentou Alexandre Machado.

A ex-concorrente de 64 anos entrou em direto na emissão e comentou que ficou bastante chocada com o facto de o seu antigo pretendente a ter apelidado de "predadora sexual". "É algo muito grave porque eu acho que ele não tem a menor ideia do seja uma predadora sexual porque é muito pesado". Ainda acrescentou que esta situação podia levar a um processo judicial. Para terminar, a ex-concorrente declarou que no momento da entrevista ficou sem chão.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.