Está em voga a decoração minimalista com traços modernos, mas há quem prefira viajar no tempo e entrar no ambiente medieval de um castelo. Em Portugal temos como exemplo o Solar do Castelo, que nada tem que ver com as típicas formas da arquitetura japonesa do Ozu Castel Town (denominado também de Castelo Jizōgatake) que remetem para o ambiente dos antepassados. À madeira do século XVII junta-se a simetria da estrutura japonesa, bem como as cores claras e as janelas altas que permitem um maior contacto com a natureza.

A estrutura, que foi construída entre 1585 e 1617, foi parcialmente demolida para dar lugar a uma renovação em 1888, mas a parte que se manteve original acabou por ser reconhecida em 1957 como património cultural nacional.

De 1957 até aos dias de hoje, a maior alteração foi a transformação do castelo num hotel, que abriu portas aos hóspedes a 23 de julho.

Sul Villas & Spa. Este hotel é uma janela aberta para os Açores
Sul Villas & Spa. Este hotel é uma janela aberta para os Açores
Ver artigo

Agora recebe entusiastas pela cultura japonesa com uma carteira dada a experiências de luxo. É que ficar neste castelo, que faz parte do NIPPONIA HOTEL, é apenas para aqueles que podem gastar milhares de euros para dormir sob a estrutura que mantém alguns dos traços originais.

Não só pode dormir numa torre do castelo de madeira do Ozu Castle Stay, como tem ainda a possibilidade de escolher uma das mansões históricas e casas espalhadas pela cidade do castelo que fazem parte do NIPPONIA HOTEL Ozu Castle Town.

A experiência alarga-se ainda à mesa do pequeno-almoço, servido no Garyu Sanso, uma tradicional sala de chá no Rio Hiji, que apresenta uma ementa típica da gastronomia japonesa para quebrar o jejum. Há sopa, tigelas onde pode juntar uma seleção de ingredientes locais e pratos de peixe.

A estadia para duas pessoas custa cerca de 7.900€. Além de não ser para todas as carteiras, não dá todos, uma vez que as reservas estão limitadas a 30 estadias ao ano e a um máximo de seis pessoas de cada vez.

Conheça este lugar incrível no Japão.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.