Jenni Hermoso, futebolista da seleção feminina espanhola que se sagrou campeã mundial no domingo, 20 de agosto, manifestou-se pela primeira vez sobre o comportamento de Luis Rubiales. O presidente da federação espanhola beijou a jogadora na boca durante a entrega de medalhas.

Presidente da federação espanhola é alvo de queixa após beijo na boca a futebolista. “Ato sexista intolerável no desporto"
Presidente da federação espanhola é alvo de queixa após beijo na boca a futebolista. “Ato sexista intolerável no desporto"
Ver artigo

“O meu sindicato Futpro, em coordenação com a minha agência TMJ, encarrega-se de defender os meus interesses e de ser o interlocutor nesta matéria”, lê-se no comunicado. Além disso, o sindicato pede que a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) “implemente os protocolos necessários, zele pelos interesses” dos jogadores e “tome medidas exemplares”.

Como tal, consideram “essencial” que a seleção espanhola seja representada por “figuras que projetem valores de igualdade e respeito”. O sindicato apela a que o Conselho Superior do Desporto (CSD) “apoie e promova ativamente a prevenção e a intervenção face ao assédio ou abuso sexual, ao machismo e ao sexismo”.

Yolanda Díaz, vice-presidente e ministra interna do Trabalho e Economia Social, vai reunir com Amanda Gutiérrez, presidente do sindicato maioritário do futebol feminino Futpro, na próxima segunda-feira, 28 de agosto. A reunião terá como foco as condições de trabalho dos jogadores e vão tentar especificar ações para que comportamentos como o beijo dado por Luis Rubiales sejam sancionados, conforme escreve o jornal espanhol "Público".

Além disso, a Liga Profissional de Futebol Feminino, Liga F, apresentou esta quarta-feira, 23 de agosto, uma denúncia ao CSD, solicitando a desclassificação do presidente da federação espanhola pelo “comportamento constrangedor” na final do Mundial de futebol feminino.

“A Liga F apresentou queixa ao presidente do Conselho Superior do Desporto pelos gravíssimos atos e condutas praticadas pelo presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, no âmbito da final do Mundial Feminino, solicitando a sua desqualificação”, afirmaram.

Miguel Galán, presidente da Escola de Treinadores de Futebol de Espanha, também apresentou queixa contra Luis Rubiales ao CSD, por considerar o seu comportamento para com a jogadora Jenni Hermoso “um ato sexista intolerável no desporto”. Anteriormente, o presidente fez um vídeo a “lamentar” o que aconteceu e assumiu que foi “claramente” um erro, tendo sido um “momento máximo de euforia” e “sem qualquer má-fé”.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.