Já começaram a abrir os novos McDonald’s na Rússia, mas agora com outro nome e outro logótipo depois de a cadeia norte-americana ter banido a marca do país, justificando na altura que o "negócio na Rússia já não é sustentável nem consistente com os valores da McDonald's", disse a cadeia em comunicado. Os russos podem viver sem muita coisa, como a Coca-Cola, a Starbucks e a Zara, mas não sem McDonald’s, e por isso criaram o “Delicioso, ponto final”.

Patron. A história do cão que já é um herói da guerra na Ucrânia (e ajudou a desativar mais de 200 minas)
Patron. A história do cão que já é um herói da guerra na Ucrânia (e ajudou a desativar mais de 200 minas)
Ver artigo

Este domingo, 12 de junho, vão abrir 15 restaurantes em Moscovo ao longo do dia (e as filas que já se formaram são menores do que quando o primeiro restaurante McDonald’s foi inaugurado em 1990 na Rússia, como mostram imagens partilhadas no Facebook) e na segunda-feira, 13 de junho, abrem outros 50. Mas os números não vão ficar por aqui. Até ao final de junho, estão previstos mais 200 restaurantes da nova cadeia de fast-food e todos os 850 (que fecharam aquando da saída da cadeia norte-americana do país) até o final do verão.

Os restaurantes terão a nova designação “Delicioso, ponto final” (ou Vkusno & tochka, em russo), e um novo logótipo, que agora apresenta um círculo e duas linhas — representação de um hambúrguer e duas batatas fritas —, bem como os habituais preços "acessíveis", segundo Oleg Paroev, da Vkusno & tochka, referiu à agência Reuters, citada pela CNN Portugal. Mantêm-se ainda alguns clássicos, como o cheeseburger e o sundae. Já o Big Mac e os gelados McFlurry ficam de fora.

"Num futuro muito próximo, teremos uma substituição desses produtos que vai valer a pena e que, estou certo, os nossos consumidores vão gostar", disse o responsável da nova marca, que afirmou também que o objetivo é que os "clientes não notem diferença na qualidade ou no ambiente".

Ainda assim, várias alterações tiveram de ser feitas para fazer a dissociação com a marca original, nem que seja com um marcador. Nos molhos que acompanham a comida de fast food, a marca McDonald’s é tapada com um marcador, como se vê numa imagem partilhada no Twitter.

É o resultado de uma abertura em tempo recorde (passaram apenas três meses desde que a cadeira norte-americana suspendeu as operações na Rússia, a 14 de março), o que levou os russos a arranjar alternativas práticas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.