Desde o início do ano que Adele tem vindo a surpreender os fãs com a drástica descida de peso. A primeira vez foi nas Caraíbas, onde se encontrava de férias com os amigos Harry Styles e James Corden. A cantora apareceu em fotografias com um vestido curto às bolinhas e com o cabelo apanhado, o que evidenciava ainda mais a diferença. Poucas semanas depois, a cantora de “Someone Like Youcompareceu numa festa dos Óscares e foi conhecida uma nova fotografia – que mais uma vez chocou os fãs.

Desta vez aconteceu o mesmo, só que a imagem foi partilhada pela cantora de 32 anos em jeito de agradecimento pelas mensagens de aniversário. Com um vestido preto com mangas abalonadas, a cantora deixou-se fotografar e apareceu irreconhecível aos fãs.

A imprensa internacional refere que a cantora terá perdido entre 20 a 25 quilos e que existem dois fatores muito importantes para isto ter acontecido: a prática regular de pilates e a dieta Sirt. Sendo que a sua personal trainer, Camila Goodis, já veio a público revelar que a artista não gosta de exercício físico, a profissional atribui esta mudança drástica de peso à alimentação.

O que é a dieta Sirt?

A dieta foi criada pelos nutricionistas ingleses Aidan Goggins e Glen Matten, autores do livro "A Dieta Sirt",  e que gerem um fitness center em Londres. A dieta privilegia uma alimentação baseada em vegetais, leguminosas e frutos, sobretudo vermelhos, como couve, cebola, sok, trigo sarraceno, morangos ou amoras por exemplo. O importante é que se consumam alimentos que ativem as sirtuínas, um conjunto de sete proteínas que se encontram no organismo e que suprimem o apetite e ativam o genes magros do corpo. A ativar as proteínas sirtuínas, a ação dos alimentos está também a proteger as células do corpo responsáveis por regular a inflamação, o metabolismo e o processo de envelhecimento.

Adele separou-se após 7 anos de relacionamento. O que levou ao divórcio?
Adele separou-se após 7 anos de relacionamento. O que levou ao divórcio?
Ver artigo

Ao combinar a ingestão destes alimentos com uma redução drástica de calorias, a ação das proteínas sirtuínas ganha tração e começa então o processo de emagrecimento. Esta redução de calorias é, no entanto, progressiva.

Autores da diet sirt
autores da dieta sirt

Mas que alimentos podem ser consumidos nesta dieta? Todos aqueles que ativem estas proteínas. O chá verde, o chocolate preto, as maçãs, os frutos críticos, a salsa, o azeite extra virgem, o trigo sarraceno, avelãs, o açafrão e o vinho tinto são alguns dos alimentos que pode ingerir durante esta dieta. Mas existem regras.

A dieta está dividia em duas fases. Na primeira fase, e durante os primeiros três dias, só podem ingerir 1000 calorias por dia. Depois, do quarto ao sétimo dia poderá comer até 1.500 calorias.

É na segunda fase da dieta que começa realmente a perder peso. Nesta fase não existe ingestão de calorias recomendada mas os especialistas recomendam continuar a comer os melhores alimentos que a natureza pode oferecer.

Muitos nutricionistas têm criticado este tipo de dieta, sustentando que não há estudos específicos para a dieta baseada em alimentos que ativem as proteínas sirtuínas. Na realidade, os únicos estudos que existem são publicados pelas próprias autoras da dieta, que gerem um fitness center, e usam os clientes como amostra. As críticas dos nutricionistas fundamentam que qualquer dieta em que haja uma alta restrição calórica e a prática regular de exercício resulta numa perda de peso, independentemente dos alimentos que se consumam.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.