Antes de se sagrar vencedor do "The Voice Portugal", em 2016, e de construir uma carreira de sucesso no mundo da música, a vida de Fernando Daniel não foi fácil. Em entrevista a Daniel Oliveira, no "Alta Definição" deste sábado, 6 de novembro, o cantor revelou vários momentos marcantes da sua infância.

Fernando Daniel concretiza sonho e canta para Cristiano Ronaldo e Georgina
Fernando Daniel concretiza sonho e canta para Cristiano Ronaldo e Georgina
Ver artigo

Aos 10 anos, estava a brincar na rua quando uma tia o foi buscar, levou-o para casa, e deu-lhe a notícia, de uma forma "crua", de que o pai tinha sofrido um acidente.

"Disse que o meu pai tinha tido um acidente de mota, tinha tido um AVC enquanto conduzia e que estava no hospital, que as coisas podiam não correr bem e para eu me preparar porque podia ficar sem pai", contou o cantor a Daniel Oliveira. "Não é suposto dizerem a um miúdo de 10 anos que o pai pode não sobreviver a um acidente. Sinto que a minha infância foi atribulada porque não a vivi. Fui vivendo o que dava para viver, refugiando-me na música", continua.

Além da fase complicada em que viu o pai em coma no hospital, Fernando relembrou os tempos seguintes em que, já em casa, este apresentou alguns problemas com o álcool, que o levavam a tornar-se agressivo — de uma forma "verbal", como explica Fernando Daniel —, mas que desencadeavam muitas discussões com a mãe, às quais assistia.

Dois anos após o acidente, os pais de Fernando Daniel divorciaram-se. "Na altura, [o meu pai] fez coisas que fizeram com que eu realmente preferisse que os meus pais estivessem separados para que eu não tivesse a assistir àquelas brigas. Ele sóbrio, não conseguia compreender o que fazia quando não estava."

O divórcio foi, contudo, tudo menos consensual e Fernando Daniel recorda que o pai não conseguiu perceber o motivo que fez com que a mulher saísse de casa e se apaixonasse por outro homem. "[Na altura] vejo o meu pai chorar várias vezes por dia, não dormir de noite e eu sinto-me como o pai dele e por isso te digo que deixei de viver a minha infância. Durante esse tempo todo do divórcio nunca se voltaram a dar e quando falam, nem sempre corre bem", assume.

Fernando Daniel recorda o dia em que a mãe saiu de casa e não voltou

Com apenas 12 anos, Fernando Daniel viu a mãe ir embora para viver outro amor: situação que não compreendeu e que o fez afastar-se desta durante quase dois anos.

Fernando Daniel vai ser pai de uma menina — e já se sabe o nome
Fernando Daniel vai ser pai de uma menina — e já se sabe o nome
Ver artigo

"Para mim, um miúdo de 12 anos, a minha mãe tinha-me mentido porque tinha dito que me vinha buscar e não veio, e levou um homem totalmente desconhecido em vez de me levar a mim". Nessa altura da infância, o cantor chegou a ser diagnosticado com uma depressão, e refugiou-se ainda mais na música.

Hoje, dá-se bem tanto com a mãe como com o pai, mas confessa que estes foram acontecimentos que o marcaram para toda a vida e que fizeram até com que, numa fase, não conseguisse viver as suas relações amorosas na plenitude. "Tinha tanto medo de ser traído, como o meu pai foi, que vivia a vida a desconfiar e não é suposto. Nunca tirei o melhor proveito e nunca fui a melhor pessoa que sei que hoje consigo ser para a Sara, a minha atual namorada, e futura mãe da minha filha."

Aos 25 anos, Fernando Daniel prepara-se para ser pai de uma menina, Matilde, fruto da relação com Sara Vidal. A notícia de que ia ser pai foi partilhada com os portugueses na apresentação do single, "Raro", em julho deste ano. No "Alta Definição", Fernando revela que sempre teve muita vontade de construir uma família e que espera dar à filha a infância que não teve.

Da curta participação no "Fator X" à vitória no "The Voice Portugal"

Quanto à vida profissional, o cantor não esconde a vontade de vir a ser um "um dos maiores artistas deste País". Persistente foi algo que Fernando Daniel nunca escondeu ser. Em 2013 e 2014 decidiu participar no concurso de talentos da SIC, "Fator X", mas nem todos acreditaram no seu potencial e o jovem acabou por te uma curta participação no programa.

Apesar de confessar que, na altura, isso o deixou triste, hoje sabe que o melhor estaria para vir. Dois anos depois, em 2016, concorreu ao "The Voice Portugal", da RTP, concurso do qual acabou por sair vencedor. Em 2017 lançou o primeiro single, "Espera", sucesso ao qual se seguiu "Recomeçar", "Cair", ou "Melodia da Saudade" — a música que dedicou ao avô e que descreve como a canção "mais bonita" que já fez.

Em entrevista a Daniel Oliveira, Fernando Daniel não conteve as lágrimas ao recordar este avô que teve um papel tão importe na sua vida e que, infelizmente, não chegou a vê-lo iniciar a carreira artística.

"Desde que o meu avô partiu com cancro sinto uma forte necessidade de ir de vez em quando ao hospital surpreender pessoas que estejam na mesma condição do que ele. Quando vi o meu avô pela última vez ele estava irreconhecível", recorda o jovem, afirmando que recorre aos hospitais para, através da sua arte, melhorar os últimos momentos da vida de algumas crianças. "O meu avô não merecia e uma criança de 3, 4 ou 5 anos, muito menos", rematou.

Após o sucesso musical, Fernando Daniel prepara-se para pisar o palco do Coliseu de Lisboa em 2022. Este ano, o cantor fez ainda parte do leque de mentores do programa "The Voice Kids", da RTP1.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.