Amigas no online e no offline. Mafalda Castro e Helena Coelho são os rostos dos diários do "Big Brother", programa que coapresentam em direto, de segunda-feira a sexta-feira, na TVI.

Mafalda Castro. "As influenciadoras têm vindo a provar que são mais do que influenciadoras"
Mafalda Castro. "As influenciadoras têm vindo a provar que são mais do que influenciadoras"
Ver artigo

"Somos muito amigas as duas. É o mesmo que ter uma marcação com uma amiga todos os dias, um café com uma amiga todos os dias e que, por acaso, estamos a apresentar um programa que gostamos muito as duas. Nós mesmo fora disso, ligamos muito uma à outra, falamos muito por mensagens e comentamos o programa como se não o apresentássemos, portanto acho que isso tem muita graça", revela Mafalda Castro, em entrevista à MAGG, durante a apresentação da nova temporada da série "Gossip Girl", na HBO Portugal.

Ainda que a cumplicidade entre as duas seja evidente, Mafalda Castro garante que nunca se esquecem que estão no ar. "Estão-nos sempre a refilar ao ouvido quando nos rimos", brinca. "Mas há coisas que não dá para controlar. Somos pessoas normais que estão do outro lado, acho que quem está a ver-nos percebe que quando temos que rir, rimos, quando temos que chorar, choramos."

Segundo a influenciadora digital, a fase das dificuldades já está "ultrapassada" e, agora, trabalham no "aperfeiçoamento da dupla". "No início há aquele acertar de agulhas, no sentido de eu a conhecer, conhecer os tempos dela, a forma como ela termina as frases, isso é muito importante. Quando é que são silêncios porque ela está a pensar ou quando são silêncios porque ela precisa de ajuda e vice versa. (...) "O que nos foi dito foi 'têm tempo' e isso deixou-me muito descansada, porque acho que uma dupla precisa de tempo e deram-nos tempo para isso, foi muito bom."

Do "The Voice Portugal", Mafalda Castro passou para o "BB2020". Seguiram-se "Big Brother — A Revolução", "Big Brother — Duplo Impacto", "O Amor Acontece" e a edição atual do formato. Já Helena Coelho, estreou-se em televisão há pouco mais de um ano, ao lado Ruben Rua, no "VivaVida", mas o facto de ter menos experiência como apresentadora não foi um entrave ao sucesso da dupla. Quem o garante é Mafalda, que explica à MAGG que "foi mais uma questão técnica". "O que ela [Helena Coelho], se calhar, não estava tão familiarizada era com o direto em si, mas isso, numa semana, fica logo. De resto, ela [Helena Coelho] está super à vontade, é uma pro em tudo e ensina-me, também, montes de coisas, o que é ótimo."

Nas edições anteriores do formato, a comunicadora conduzia um painel de comentadores sozinha. Agora, a experiência tem sido "diferente". "Está a ser um desafio, tal como todos os outros foram. Acho que em cada reality show que fui fazendo (já estou no quinto) tive sempre algum desafio e o desafio, desta vez, é partilhar o programa com outra pessoa e está a ser muito giro, eu estou a gostar muito", sublinha Mafalda Castro.

Apesar de confessar que, no início, "custou um bocadinho" lidar com as críticas, hoje em dia, garante que gere "tranquilamente" comentários negativos — que, segundo a própria, são poucos — e o feedback tem sido "muito positivo". "Ganhei muito respeito por quem está lá dentro, muito respeito, também, pela equipa em si e acho que o público também me foi dando muito a oportunidade de ser eu. Sinto que, no início, se calhar não fui tão bem compreendida, depois comecei a ser e tem sido muito muito bom e graças a quem me vê é que estou lá."

"Acho que se romantiza muito a ideia de trabalharmos muito e de sermos 'workaholics' "

O dia de Mafalda Castro começa, bem cedo, na rádio. Pelas 7 horas da manhã, dá início ao programa "Snooze", da MegaHits, ao lado de Conguito (Fábio Lopes) e Teresa Oliveira — que, temporariamente, está a substituir Maria Correia. Segue-se um período de tempo livre até às 16 horas, que é quando vai para a TVI, local onde permanece até às 20h. Nos tempos livres, além das pausas para recuperar energia, dedica-se ao trabalho nas redes sociais.

Em tom de brincadeira, a animadora conta à MAGG a estratégia para gerir o tempo: "Tento dormir menos". "Já estou muito habituada a esta rotina de sair às 11 horas e pouco da rádio, depois ter aquele tempo em que faço conteúdos ou que descanso um bocadinho e depois 'Big Brother'. Durante essa altura [intervalo entre a MegaHits e a ida para a TVI] também vejo o 'Extra' do dia anterior, portanto tento estar sempre atualizada nesse sentido. À noite, chego a casa e é dormir, tenho logo sono. Isso é bom."

Mafalda Castro gosta de "ter uma rotina certa" e, quando foge ao habitual, não se sente "tão confortável". Consciente que tem "muito trabalho", ri-se e garante que "precisa de férias". "Não consigo desligar nunca. Adorava conseguir, não consigo. Estou sempre em todo o lado a ver televisão ou a ouvir rádio, não consigo desligar. Tento, nos fins de semana, pensar um bocado menos, mas depois há a gala [do "Big Brother] no domingo, portanto é difícil. Mas tento ali 24 horas não pensar muito."

"Acho que não nos podemos esquecer dessa parte, acho que se romantiza muito a ideia de trabalharmos muito e de sermos 'workaholics' [trabalhador compulsivo]. Somos todos, queremos todos ser felizes e realizados no trabalho, mas acho que, acima de tudo, temos que priorizar, também, o descanso e o cuidar de nós, estar atento aos sinais do nosso corpo e eu preciso de descansar."

A influenciadora explica que já se sentiu mais espontânea na rádio, mas atualmente encontrou "um equilíbrio nos dois sítios". Ainda assim, não tem dúvidas que "a imagem condiciona" e diz ter "menos medo" em rádio, sentindo-se "mais apreensiva" em televisão. "Na rádio não dá para pôr para trás e na televisão dá. A imagem condiciona. Em rádio, quando estás aflita com alguma coisa, fazes um sinal a alguém e as pessoas percebem, em televisão és tu que tens que segurar tudo. A rádio é muito mais controlada que a televisão, mas a televisão, por não ser tão controlado, dá mais pica, dá mais gozo de fazer porque exige mais de ti."

Mafalda e o namorado fazem o mesmo horário, em rádios rivais

Rui Simões e Mafalda Castro namoram há pouco mais de um ano, dão voz ao mesmo podcast, o "Bate Pé", mas, na rádio, são concorrentes. "Tem muita graça, mandamos algumas bocas e rimos muito com isso, mas não há competitividade. É uma coisa que achava que podia acontecer e que era normal se acontecesse, mas não. Adoro quando ele fecha trabalhos ou quando fechamos um trabalho os dois, ou quando ele vai a um sítio apresentar alguma coisa. Fico mesmo genuinamente contente por ele, nunca tive aquela sensação de 'ai quem me dera ser eu'", explica a influenciadora.

Passámos a manhã na rádio com Rui Simões e Catarina Moreira, a nova dupla da Cidade FM
Passámos a manhã na rádio com Rui Simões e Catarina Moreira, a nova dupla da Cidade FM
Ver artigo

Ressalvando que nem um nem outro sentem que estão em concorrência, Mafalda sublinha: "A rádio, felizmente, para mim, não é tão competitiva como a televisão nesse sentido, é um bocadinho mais relaxado. Temos audiências de três em três meses, é uma coisa mais tranquila".

Mafalda Castro não faz revelações sobre os próximos projetos, mas garante que está "a aproveitar o 'Big Brother'". "Não posso contar nada, porque nem eu sei, essa é a parte mais gira. Eu acho que este meio é muito assim, nunca sabemos muito bem o que é que vem aí, espero que coisas boas, tenho a certeza que coisas boas, mas também ainda não sei o quê. Agora estou a aproveitar o 'Big Brother'."

Os sonhos e objetivos profissionais para o futuro estão em aberto e, segundo revela à MAGG, mudam "todas as semanas". "Eu antes dizia apresentar um concurso de talentos, mas hoje em dia se calhar já não. (...) Acho que um 'late night show' era o sonho assim de qualquer pessoa na televisão. De resto é ter espaço para ser eu própria, eu acho que isso é uma coisa que, surpreendentemente, acontece muito em televisão e ainda bem. Eu tenho tido essa sorte e espero continuar a ter."

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.