Mafalda Sampaio, também conhecida por "Maria Vaidosa", revelou esta terça-feira, 19 de janeiro, estar infetada com COVID-19. "Já chegou aqui. Positivo.", começou por escrever a influenciadora na publicação que partilhou na rede social Instagram.

"Apesar de todos os cuidados que tive, não foram suficientes. A única pessoa que vem a minha casa com frequência trouxe o vírus, mesmo não tendo estado em contacto com nenhuma pessoa positiva. Não sabemos como aconteceu nem nunca iremos saber. Pode ter sido no supermercado, na mercearia, ou em qualquer outro lugar."

Depois de contágio, Marta Rangel mostra consequências da COVID-19 em vídeo impressionante
Depois de contágio, Marta Rangel mostra consequências da COVID-19 em vídeo impressionante
Ver artigo

Na mesma publicação Mafalda Sampaio revela ter  sintomas "muitos leves" e afirma que ao quatro dia já se sente bem ao ponto de fazer a vida normal. Contudo, continua isolada no closet, onde improvisou um quarto, para não transmitir o vírus ao companheiro, Guilherme, nem à filha, Madalena de dois anos. "Fico feliz por ter dito não a alguns brunches, almoços ou lanches só com 2 ou 3 pessoas. Assim que soube que quem me transmitiu teve sintomas, uma coisa simples como dor de cabeça e uma ligeira febre, cancelei a ida à manicure, a escola da Madalena, e a ida à Notable [a sua agência]. Fico feliz que o meu comportamento tenha posto um fim a esta cadeia de transmissão. Por ter um comportamento consciente não tive de fazer aquela chamada dolorosa a dizer 'Quando estive contigo estava com COVID e não sabia'."

Na descrição da fotografia, na qual mostra o local onde está isolada, a influenciadora de 30 anos revela ainda que "é frustrante que quem tem cuidado acabe por apanhar o vírus", mas mostra-se satisfeita por ter agido da forma correta assim que soube o diagnóstico.

"Os sintomas de quem me transmitiu eram muito leves do género “Isto é do ar condicionado, estas mudanças de temperatura deixaram-me assim". Ninguém queria acreditar que podia ser COVID-19, “Deve ser uma gripe, como há todos os anos.” A verdade é que não, se tiverem dores de cabeça e estiverem febris pode sim ser COVID-19. Não é preciso ser uma tosse horrível , basta uma dor de cabeça. Cabe a cada um de nós ficar em isolamento e não ignorar os sintomas.", alerta Mafalda Sampaio. "Protejam-se e mantenham o vosso núcleo o mais pequeno possível", remata a influenciadora na mesma publicação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.