A Netflix continua a fazer mudanças. Desta vez, poderá estar em causa uma revolução na participação dos utilizadores da plataforma de streaming. De acordo com a "Deadline", a Netflix estará a explorar, pela primeira vez, a possibilidade de transmitir em direto.

Esta iniciativa, que se encontra numa fase inicial de desenvolvimento, significaria que os espectadores seriam capazes de, por exemplo, votar em certos programas de talentos ou concursos. Já imaginou conseguir escolher o vencedor do reality show "The Circle"? Talvez venha mesmo a acontecer.

Bomba no streaming. Netflix perde 200 mil utilizadores no primeiro trimestre do ano e culpa partilha de contas
Bomba no streaming. Netflix perde 200 mil utilizadores no primeiro trimestre do ano e culpa partilha de contas
Ver artigo

O live streaming poderia também representar a existência de séries sem guião ou especiais de comédia em direto, sendo que talvez tivesse uns segundos de atraso para salvaguardar eventuais situações como a do estalo de Will Smith a Chris Rock nos Óscares deste ano.

Ficaria ainda em cima da mesa a cobertura de eventos desportivos, ainda para mais dado o sucesso recente de conteúdos, por exemplo, ligados à Fórmula 1. Reuniões de elenco, comuns em reality shows como "Love Is Blind", também poderiam acontecer em direto.

Esta aposta, que está a ser estudada pela Netflix, tem potencial para revolucionar, acima de tudo, a participação do público. A plataforma de streaming tem feito várias alterações, muitas motivadas pela perda de 200 mil utilizadores no primeiro trimestre de 2022.

A quebra resultou numa diminuição de investimento nos conteúdos, bem como o cancelamento de alguns, como a série de Meghan Markle. A inserção de publicidade na plataforma é outra das iniciativas que pretendem pôr em prática para acertar as contas. A partilha de contas poderá ficar refém de uma taxa adicional de cerca de dois euros.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.