O “Big Brother 2020” está quase a terminar e foi na última gala que se ficaram a conhecer três dos primeiros finalistas. Diogo, Sandrina e Soraia  estão automaticamente na final, Pedro Alves, Iury, Noélia e Ana Catharina estão nomeados e Teresa foi a concorrente expulsa na última gala.

Depois de várias polémicas dentro da casa, Teresa acabou por se despedir do programa. Esta manhã esteve à conversa com Manuel Luís Goucha precisamente para falar sobre alguns dos momentos mais marcantes da sua prestação. Antes disso, a mãe de Thierry explicou que a participação no “Big Brother” tinha sido um sonho tornado realidade.

“Era uma coisa que eu queria muito. Sempre gostei muito de reality shows”, começou por explicar. Teresa admite ainda não “saber ao que ia” e que apenas se aconselhou com Sofia, sua nora e também ex-concorrente de um reality show. Antes da entrada da concorrente as duas falaram de questões mais técnicas como que roupa levar, mas que não falaram sobre estratégias de jogo. A concorrente expulsa deixou ainda uma mensagem às pessoas que a acusavam de ser mal criada por dizer frases verdadeiramente polémicas. Teresa explicou que este lado mais frontal teve um intuito e apenas o trouxe ao de cima porque estava num programa de televisão. A concorrente explicou a Manuel Luís Goucha que fora da casa não era assim.

“BB2020”. Teresa enerva-se com as imagens que passam de si dentro da casa e ameaça sair
“BB2020”. Teresa enerva-se com as imagens que passam de si dentro da casa e ameaça sair
Ver artigo

Apesar das suas atitudes mais agressivas, Teresa explicou que começou a ter consciência da sua imagem fora de casa depois de ver imagens suas no BB Play — um espaço onde a produção do programa passa algumas das imagens da casa. “Comecei a sentir a experiência do meu filho, a pressão que ele sentiu. Comecei a ver que tudo se baseava na minha pessoa”, referiu. “Vi imagens muito curtinhas do que era dito numa conversa de uma hora. Deu a impressão que eu estava ali a provocar, a dizer tudo o que queria e que os outros não eram vítimas”. Apesar de se terem apercebido da ideia que poderia deixar nos portugueses, a concorrente não mudou a sua posição relativamente ao jogo.

“Este jogo é um bocado viciado. No fim acaba sempre da mesma forma. As pessoas que dão mais opiniões, que estão mais na linha da frente são as que aparecem mais”, acrescentou. Por isso acredita que o público tem uma opinião mais extremada destas pessoas: ou se ama ou se odeia. E, segundo a mesma, são nesses que se baseia a narrativa do programa.

Como não poderia deixar de ser, Teresa foi confrontada com alguns dos momentos mais polémicos dentro da casa. Falou-se dos comentários que fez a Ana Catharina, nas implicâncias com Noélia e ainda sobre o momento de agressão que levou à expulsão direta de Pedro Soá.

A concorrente admitiu que a sua estratégia de jogo se baseava em tentar eliminar os concorrentes mais fortes, mas não deixou de afirmar que aquele momento não fazia parte do jogo. “Quando o vi gritar não tive medo nenhum. Só quando eu vejo que estou encostada à bancada e ele vem para cima de mim. Aí é que eu pensei mesmo que ele ia perder a cabeça”, explicou. “Eu estava a sentir que ele estava com muita pressão e que foi devido a isso que ele teve aquele comportamento infeliz. Mas eu não o conheço cá fora, não sei se foi a primeira vez que isto aconteceu ou não”, tentou justificar-se. “Mas sei que um homem que faz uma coisa destas é muito condenado e que não queria que ele fosse”.

"BB 2020". A lição de Ana Catharina a Teresa, a expulsão de Guerreiro e o regresso dos ex-concorrentes. Recorde a gala de domingo
"BB 2020". A lição de Ana Catharina a Teresa, a expulsão de Guerreiro e o regresso dos ex-concorrentes. Recorde a gala de domingo
Ver artigo

Sobre os comentários a Ana Catharina — em que a acusou de “abrir as pernas” para chegar à final — Teresa tentou justificar-se, reiterou a sua posição e apenas se mostrou arrependida de o ter feito daquela maneira.

“Queria dizer aquilo que eu disse mas de outra forma”, começou por dizer. A concorrente expulsa explicou que logo início do jogo tentou juntar a brasileira com Renato, mas esta mostrou-se tímida e envergonhada. Agora , Teresa diz não compreender o relacionamento com Diogo e o à-vontade que mostra ao lado do concorrente de Lisboa. “Aquilo era jogo”, disse referindo-se à relação dos dois. “Eu comentei na altura com o Big que quilo era jogo, disse na frente de todos o que achava. Depois estava a falar com alguém a dizer que aquilo [a relação dos dois] era jogo, virei-me e disse que ela abria as pernas”, justificou-se. “Eu pedi-lhe desculpa e achei que estive mal”.

Sobre Noélia, acredita não ter sido má para a concorrente e explicou que as imagens que passavam era apenas de Teresa a implicar com a algarvia e nunca o contrário — que, segundo a própria, também acontecia diversas vezes. “O só passar uma parte não ajuda porque aquilo é de lado a lado”.

Antes de terminar a conversa com Goucha, Teresa deixou uma mensagem à comentadora Ana Garcia Martins — que muitas vezes criticou a atitude da jogadora dentro da casa. “Quero dizer àquela menina que estava sentada que quando eu saí do programa e vi o meu marido apeteceu-me não jogar mais. Apeteceu-se sair do jogo e deixar de me confrontar com o que quer que seja. Deixe-me dizer que ela é muito pior do que eu, muito mais antipática do que eu. E quero dizer que ela também não gosta de mim porque se revê em mim, mas muito pior do que eu”.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.