Quando falamos em alimentação e em perda de peso é inevitável vir à conversa o termo "metabolismo". A verdade é que ele pode, de facto, influenciar a dificuldade ou facilidade que cada pessoa tem de engordar ou emagrecer — e é por isso que se torna importante compreendê-lo. Mas há formas de o acelerar? O que é afinal o metabolismo?

A Pitada do Pai tem um novo livro cheio de receitas simples (e que ensinam a não sujar muita louça)
A Pitada do Pai tem um novo livro cheio de receitas simples (e que ensinam a não sujar muita louça)
Ver artigo

Rita Rocha de Macedo, nutricionista e autora de quatro livros, explica à MAGG que "o metabolismo é um conjunto de reações químicas que acabam por acontecer no nosso organismo para transformar e utilizar a energia que se obtém através dos alimentos". Além disso, é ainda responsável por "eliminar os resíduos metabólicos", sendo "a capacidade que as células têm para utilizar adequadamente os alimentos que entram no nosso organismo".

Com o objetivo de ajudar a população a compreender melhor estas questões — e perceber como é que o metabolismo pode influenciar o peso — a nutricionista acaba de lançar um livro que conta com um plano de 14 dias, com mais de 50 receitas variadas e fáceis de preparar, que ensina o que se deve comer em todas as refeições e dá dicas e conselhos para que o plano resulte.

Com este plano, Rita Rocha de Macedo explica que, em duas semanas, o metabolismo terá atingido o seu pleno e o corpo perde massa gorda e peso: as mulheres até três quilos e os homens até quatro quilos.

Rita Rocha de Macedo
Rita Rocha de Macedo é nutricionista e autora de quatro livros.

Apesar de referir que cada pessoa tem um metabolismo diferente, a nutricionista frisa também que há vários componentes que o podem influenciar.

Para acelerar o metabolismo, Rita Rocha de Macedo deixa então cinco dicas:

  • Manter o corpo hidratado;
  • Seguir uma alimentação saudável;
  • Fazer exercício físico;
  • Aprender a gerir o stresse;
  • Dormir bem.

De acordo com a especialista, é ainda importante frisar que "num processo de perda de peso, o gasto energético diário tem de ser sempre superior às calorias que nós ingerimos através da alimentação" e, para isso, "temos de comer menos do que aquilo que gastamos", sem esquecer de fazer várias refeições ao longo do dia.

"Neste processo é importante fazer várias refeições ao dia, equilibradas e saudáveis, claro, porque assim obrigamos o nosso metabolismo a estar sempre a trabalhar e a gastar as calorias que estamos a ingerir. Se durante o dia estamos muito tempo sem comer, ele acaba por ter tendência para ficar mais lento também."

O plano de duas semanas presente no mais recente livro de Rita Rocha de Macedo, editado pela Planeta, à venda por 14,85€, foi pensado para quem pretende perder algum peso em pouco tempo, mas com o objetivo de continuar depois com uma alimentação equilibrada.

O segredo do metabolismo
"O Segredo do Metabolismo" é o mais recente livro da nutricionista Rita Rocha de Macedo

"No fundo, eu forneço um plano para três semanas com receitas práticas e simples que têm como objetivo mexer com o metabolismo nesta fase. Nas duas primeiras semanas as receitas têm mais restrições energéticas e na terceira semana introduzimos mais alimentos com o objetivo de no final a pessoa acabar por seguir a dieta mediterrânica que é tão boa", explica à MAGG.

Sem nunca esquecer o sabor, a nutricionista frisa ainda que as receitas são ideais para inserir na alimentação diária, mesmo que não se cumpra todo o plano. Ora veja duas das opções.

Cogumelos Recheados com salada de tomate e orégãos

Cogumelos
créditos: © 2022 DANIELA SOUSA PHOTOGRAPHY, all rights reserved.

Ingredientes: 

— 2 dentes de alho picados
— 1 colher de sobremesa de azeite
— 2 cogumelos portobello
— 2 mãos-cheias de espinafres
— 1 tomate picado
— 1 curgete pequena cortada aos cubos
— gostas de sumo de limão
— 3 colheres de sopa de queijo mozarela ralado magro
— coentros e salsa fresca q.b.
— sal, pimentão doce e pimenta q.b.

Modo de preparação: 

Ligue o forno a 180ºC. Numa frigideira, aloure os dentes de alho num fio de azeite. Retire os pés dos cogumelos com cuidado e pique-os. Com ajuda de uma colher, retire o interior dos cogumelos com cuidado. Pique esta polpa e, juntamente com os pés de cogumelos, acrescente à frigideira. Reserve os cogumelos.

De seguida, acrescente também os espinafres, o tomate e a curgete. Tempere com sal, pimentão-doce, pimenta a gosto e limão. Deixei cozinhar cerca de 15 minutos.

Coloque os cogumelos num tabuleiro próprio para forno e recheie-os com a mistura na frigideira. Polvilhe com o queijo e leve ao forno a 180ºC para gratinar. Junte os coentros e sirva acompanhado com salada de tomate e orégãos.

Empadão de bacalhau com salada verde

Empadão
créditos: © 2022 DANIELA SOUSA PHOTOGRAPHY, all rights reserved.

Ingredientes: 

— 2 postas ou lombos de bacalhau cozido
— 2 colheres de sobremesa de azeite
— 2 dentes de alho
— 600g de brócolos cozidos
— 250 ml de leite magro ou bebida vegetal
— 3 colheres de sopa de queijo mozarela ralado magro
— sal, alho em pó e pimenta q.b.

Modo de preparação: 

Ligue o forno a 180ºC. Comece por retirar a pele e as espinhas do bacalhau e desfie em lascas e reserve. Num tacho, aloure o alho num fio de azeite, junte os brócolos cozidos e deixe apurar. Adicione o leite e mexa. Tempere com sal e pimenta.

Depois, triture tudo até obter o puré de brócolos. Num recipiente próprio para o forno, comece por colocar uma camada de puré de brócolos, depois o bacalhau e o restante puré. Polvilhe com queijo, acho em pó e pimenta e leve ao forno durante 10 minutos só para gratinar. Por fim, acompanhe com salada verde.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.