Uma mulher abordou Marcelo Rebelo de Sousa na Feira do Livro no Porto, na sexta-feira, 28 de agosto, obrigando o presidente da República a interromper o protocolo para ouvir as suas queixas.

Foram várias as questões que a mulher lhe colocou. "Porque é que o Presidente não nos ajuda? Quem manda é o Presidente ou o governo? Porque é que eu tive de assistir ao suicídio de um colega há uma semana? Porque é que nos tiram as tripas e temos de pagar tudo? Porque é que ajudam a TAP e os hotéis e a nós que somos microempresários não nos ajudam?".

Marcelo Rebelo de Sousa começou por dizer que é o parlamento quem faz as leis e que o governo é resultado da vontade dos portugueses. "Os portugueses votaram neste governo. Diga aos portugueses para votarem noutro governo", ouve-se no vídeo publicado pela "SIC Notícias".

Marcelo Rebelo de Sousa resgatou duas jovens da água na Praia de Alvor, no Algarve
Marcelo Rebelo de Sousa resgatou duas jovens da água na Praia de Alvor, no Algarve
Ver artigo

As respostas não foram suficientes. A mulher, que diz ter tomado "uma atitude em nome do povo", fez também referência ao ordenado mínimo português. "O salário mínimo continua em 530 euros. Era o que eu ganhava quando tinha 15 anos. Noutros países é superior a 1000. Agora com a pandemia é 300 euros. Quer viver com 300 euros por mês? O Presidente conseguiria? Quer ir viver para minha casa? Quer trocar comigo?".

O presidente da República ficou sem resposta, franzindo apenas a sobrancelha.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.