James Corden foi entrevistado pelo "The New York Times". O objetivo, promover a minissérie "Mammals", que protagoniza na plataforma de streaming Amazon Prime Video, foi ofuscado pela polémica que começou na passada terça-feira, 18 de outubro. O humorista britânico e apresentador do "The Late Late Show" foi acusado pelo dono do restaurante nova-iorquino Balthazar de ter sido rude e agressivo, em duas ocasiões diferentes, com os seus funcionários.

Keith McNally, que tinha inicialmente banido Corden do Balthazar, revelou num outro post que Corden lhe havia ligado a pedir desculpa. O empresário contou ainda que o atrito tinha ficado sanado e que o humorista britânico era novamente bem vindo aos seus restaurantes.

Fãs descobrem que James Corden não conduz em “Carpool Karaoke”
Fãs descobrem que James Corden não conduz em “Carpool Karaoke”
Ver artigo

Agora, ao "The New York Times", James Corden parece ter sofrido de amnésia seletiva. "Não fiz nada de mal a nenhum nível", começou por dizer, quando questionado sobre o facto de não ter cancelado a entrevista, marcada para uma semana em que foi alvo de duras críticas. "Porque é que haveria de cancelar isto? Eu estive lá. Eu percebo. Sinto-me zen em relação a tudo. Porque acho que é ridículo. Acho que é algo abaixo de nós, de você [referindo-se ao jornalista] e certamente abaixo da sua publicação [referindo-se ao "The New York Times"].

O humorista desvalorizou o episódio por diversas vezes, dizendo que era algo que estava a acontecer no universo das redes sociais e não no mundo real, e recusou explicar o que tinha acontecido, afirmando ainda não ter lido as críticas de que foi alvo. "É estranho. É estranho porque estive lá. O meu instinto, normalmente, é nunca explicar, nunca me queixar".  No entanto, disse que poderá falar sobre o caso na próxima emissão do talk show, que vai para o ar na segunda-feira, 24 de outubro.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.