Há muita especulação, mas as pistas apontam todas para o mesmo e os rumores intensificam-se. O casamento entre Kim Kardashian e Kanye West pode mesmo ter chegado ao fim. É que além de a socialite ter sido vista já várias vezes sem aliança, sabe-se ainda que o rapper está no enorme rancho que o casal tem, no estado do Wyoming, onde, aliás, passou o Natal, longe do clã Kardashian.

"Kim fez com que Kanye fosse para lá [Wyoming] para que pudessem viver vidas separadas e para que silenciosamente pudessem resolver tudo em relação à separação e divórcio", revelou uma fonte anónima à "Page Six", uma das publicações da imprensa internacional que tem dado vários pormenores sobre a alegada ruptura.

Kim Kardashian chegou aos 40! 40 looks para celebrar o aniversário da rainha das influencers
Kim Kardashian chegou aos 40! 40 looks para celebrar o aniversário da rainha das influencers
Ver artigo

A mesma publicação diz mesmo que o divórcio "está iminente", depois de uma fonte anónima ter confirmado que a relação chegou ao fim. “Eles estão a manter a discrição, mas acabou", cita a publicação.

Há mais pistas: a "Page Six" refere ainda que Kim Kardashian terá contratado Laura Wasser, a famosa advogada de celebridades, que tratou de várias separações — incluindo a de Angelina Jolie e Brad Pitt, a de Miley Cyrus e Liam Hemsworth, tendo estado ainda envolvida no caso polémico caso entre o ator Johnny Depp a Amber Heard.

O canal E! vai no mesmo sentido: segundo outra fonte anónima a relação terá mesmo chegado ao fim, com Kim Kardashian concentrada em tomar a melhor decisão para a família. 

Mas há ainda previsões menos negativas: uma das fontes ouvidas pela "People" diz que o casal está a fazer terapia, procurando a melhor solução para salvar o casamento. Ainda assim, outras pessoas que se mantiveram no anonimato confirmam a mesma tese do divórcio.

Kim Kardashian em lágrimas perde a compostura no primeiro confronto com Kanye West
Kim Kardashian em lágrimas perde a compostura no primeiro confronto com Kanye West
Ver artigo

A relação já havia dado pistas de se estar a deteriorar. No início de julho de 2020, mês em que anunciou a candidatura à presidência dos Estados Unidos, rumores apontavam para que Kanye West estivesse a lutar contra uma crise do transtorno bipolar, crise essa que terá estado na origem de alguns episódios controversos envolvendo o casal. 

Kanye West fez declarações muito polémicas, que terão deixado a socialite "furiosa", diz a "People": num comício, revelou que o casal tinha considerado o aborto, quando Kim estava grávida da filha North (hoje com sete anos).

Kim Kardashian responde a tweets de Kanye West. "Ele é uma pessoa brilhante mas complicada"
Kim Kardashian responde a tweets de Kanye West. "Ele é uma pessoa brilhante mas complicada"
Ver artigo

Pouco tempo depois, o rapper e produtor fez publicações nas redes sociais, afirmando que a mulher o queria prender e que há já vários anos que se queria separar dela. Entretanto, as publicações foram apagadas e a socialite partiu em defesa do marido, lembrando o seu diagnóstico de transtorno bipolar.

A socialite e o rapper casaram em 2014 e têm quatro filhos, de 7, 5, 3 e 19 meses.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.