Agora que temos mais tempo, vamos aproveitá-lo para fazer aquelas coisas que estamos sempre adiar. Fazer pão em casa, pode ser uma delas, ainda mais porque é uma atividade que pode — e deve — envolver toda a família.

Além de divertido — criança ou não, todos gostamos de meter a mão na massa — evita idas ao supermercado ou à padaria para comprar pão fresco. Estas receitas são simples, podem ser feitas em casa e têm a particularidade de serem receitas de chef. Sim, ouviu bem. Alguma vez pensou fazer o mesmo pão que o chef Vitor Sobral? Agora pode.

E vai também conseguir sentir o mesmo cheiro do pão acabado de fazer quando entra na padaria ISCO, em Alvalade, ou quando vai buscar uma fornadas do Pão do Pastor.

1. Bolos lêvedos — Receita do chef Vitor Sobral

Bolos lêvedos
créditos: Sofia Oriana
Há pão de cerveja na nova Padaria da Esquina
Há pão de cerveja na nova Padaria da Esquina
Ver artigo

Vitor Sobral tanto emprata peixe, como faz os melhores cortes na carne e ainda dá uns toques nos temperos dos petiscos. Tem restaurantes para todos os gostos e, nos últimos anos, tem-se dedicado também ao pão, com a abertura de três Padarias da Esquina, localizadas no Restelo, Campo de Ourique e em Alvalade. O chef Vitor Sobral e o mestre padeiro Mário Rolando juntaram conhecimento e vontade de cozinhar para criar uma vasta oferta de pães que vão desde o papo seco ao pão de deus. Neste caso, a receita partilhada pelo chef Vitor Sobral para fazer em casa são bolos lêvedos.

Ingredientes:

4 ovos
1 quilo de farinha de trigo
250 gramas de açúcar
125 gramas de manteiga
450 ml de leite
25 gramas de fermento padeiro
Raspa de limão q.b.

Modo de preparação:
Dissolver o fermento no leite e juntar aos restantes ingredientes numa tigela. Tapar o preparado com um pano e deixar levedar até ao dobro da altura. Formar bolinhas com a ajuda de farinha e colocar numa frigideira anti aderente em lume baixo, virar assim que estiverem a ganhar consistência e cor.

Pão de trigo — padaria ISCO

pão
créditos: Paulo Pina

"Nós no ISCO praticamente só produzimos pão com isco (também conhecido por massa-mãe), daí o nosso nome. Mas não somos fundamentalistas e achamos que há pães que faz sentido fazer com fermentos", diz à MAGG Paulo Pina, um dos três sócios da padaria.

Como a massa mãe pode ser mais difícil de fazer em casa, Paulo sabe que há uma receita infalível para fazer em casa: pão de trigo. "A maioria das pessoas não tem isco em casa, enquanto o fermento padeiro é mais habitual".

Por isso, mesmo levando fermento e não sendo a receita a que quem passa pela padaria ISCO está habituado, esta é simples dá-nos tudo o que precisamos: pão para começar o dia e um menor risco de contágio de COVID-19 pelo facto de não de sair para a rua.

Contudo, pode fazer as suas próprias adaptações: "Também se pode usar levedura seca, que se encontra facilmente em supermercados". Passamos à receita.

Ingredientes:
1 quilo de farinha de trigo T65
0,7 litros de água
24 gramas de sal
6 gramas de fermento padeiro (ou aprox. 2g de levedura seca)

Modo de preparação:
Mistura-se muito bem a água e a farinha. Deixa-se repousar durante 35 minutos (para fazer autólise).
Junta-se o sal e o fermento e amassa-se muito bem até formar uma janela de glúten (12 a 15 minutos numa misturadora de cozinha).
Deixa-se descansar aproximadamente duas horas e meia. A massa vai crescer notoriamente.
Para fazer pães pequenos, divide-se a massa em pedaços de 125 gramas e tendem-se bolas com uma camada superficial que tenha tensão, mas sem chegar a rasgar.
Para um pão de forma, tende-se a massa num formato oblongo aproximado do tamanho da forma. Untar a forma com uma gordura e colocar o pão no seu interior.
Deixa-se a massa já tendida repousar mais 35 minutos. Entretanto o forno é pré-aquecido a 210ºC.
Passado este tempo, enforna-se o pão. Se tiver disponível, use um borrifador de água contra as paredes do forno, para criar vapor, logo de seguida. É bom fazer esta manobra rapidamente, para não baixar muito a temperatura do forno.
O tempo de forno depende muito do gosto de cada um.

Pão de curcuma — Pão do Pastor

pao
créditos: Eduardo Pastor

Não é por acaso que esta padaria artesanal — que trabalha apenas por encomendas — se chama Pão do Pastor. É Eduardo Pastor, brasileiro de 41 anos a viver em Portugal, quem está à frente do negócio. Mas Eduardo não coloca apenas as mãos na massa para fazer o pão.

É também publicitário e foi num intervao entre reunião profissionais que nos deu uma receita para fazer em casa com a família.

Esta receita não é como as que Eduardo costuma fazer, só trabalha com fermentação natural, mas sabe que para fazer em casa o fermento é mais fácil. Ainda assim, tem particularidade de levar um ingrediente de que agora tanto se fala — a curcuma. Este é um pão diferente, mas igualmente simples. Ora veja.

Ingredientes:
360 gramas (3 chávenas) de farinha de trigo
230 gramas (1 chávenas) de água
7 gramas (½ colher de sopa) de curcuma em pó
4 gramas de fermento biológico seco
7 gramas (½ colher de sopa) de sal

Modo de preparação:
Numa tigela grande, adicione a farinha de trigo, a curcuma, o fermento e o sal. Misture bem os ingredientes secos.
Acrescente a água e comece a misturar com uma colher e depois use as mãos até ficar homogénea.
Agora coloque a massa na bancada e comece a sovar até obter uma massa lisa e elástica. Aproximadamente uns 10 minutos. (Sovar: Segure uma ponta da massa com uma mão e estique-a na bancada com a base da outra mão.)
Para finalizar modele uma bola usando as duas mãos e volte a massa para a tigela. Cubra com um pano e deixe descansar por 1 hora ou até dobrar de tamanho.
Enquanto a massa descansa, pegue uma forma e unte com um pouco de manteiga ou azeite para não grudar.
Retire a massa da tigela e coloque sobre a bancada, polvilhada com um pouco de farinha, com a parte mais lisa virada para baixo.
Agora comece a modelagem. Leve as bordas para o meio e tombe a emenda da massa para baixo. Geralmente, o pão já vai estar arredondado nesse ponto. Utilize as duas mãos para arrastar suavemente a massa sobre a bancada. Isso vai criar uma tensão na superfície e vai ajudar a formar a pestana do pão.
Coloque a massa modelada na forma untada para a segunda fermentação. Cubra e deixe descansar por mais 1 hora ou ate ganhar volume.
Enquanto aguarda, pré-aqueça o forno a 250ºC durante uns 30 minutos.
Leve a forma ao forno, borrife com água para criar vapor e feche a porta rapidamente.
Deixe o pão cozer por 15 minutos em 250ºC e mais 40 minutos, ou até dourar bem, por 220ºC.
Tire o pão da forma e faça o teste para saber se está pronto: bate-se no pão como quando se bate à porta e se ele fizer um som oco, está cozido.
Depois de tira-lo do forno, coloque para arrefecer sobre uma grade durante 30 minutos.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.