Uma nova temporada de "The Voice Portugal", o regresso do "Masterchef Portugal" e várias séries de diversos registos e para todo o tipo de público. Estas são só algumas das novidades da RTP para os próximos meses, tal como o canal público fez saber esta quinta-feira, 16 de setembro, numa apresentação oficial à imprensa que decorreu em Monsanto, em Lisboa, e que contou com a presença de José Fragoso, diretor de programas da estação.

Os tempos são de balanço e, por isso, José Fragoso adequa o discurso a esse momento.

"A grelha da RTP é conhecida por se dirigir ao grande público", refere José Fragoso, incluindo o entretenimento, a ficção nacional e os documentários na mesma lista de produtos que procuram trazer algo de novo aos espectadores do canal público.

Que séries regressam (ou se estreiam) em setembro? Um guia de sobrevivência
Que séries regressam (ou se estreiam) em setembro? Um guia de sobrevivência
Ver artigo

Ainda o anúncio ia no início e já Fragoso deixava uma certeza no ar: a de que iriam ficar "muitos programas por elencar". Mas porque o que interessa, para já, é falar daquilo que está no horizonte, o diretor de programas do primeiro canal garante que haverá "séries, filmes, documentários" e programas para todo o tipo de público.

Porque palavra dada é palavra cumprida, mostramos-lhe exatamente aquilo com que pode contar na RTP a partir dos próximos meses.

Os vários documentários da RTP

Com o objetivo de manter a tendência de continuar a apostar na produção documental, a RTP propõe-se estrear vários brevemente. Um deles é sobre a música popular, com testemunhos de figuras como Quim Barreiros, Ágata, Toy, Emanuel, Marante, Rosinha ou Augusto Canário.

Chama-se "Pimba é Nosso", realizado por José Carlos Santos, e será composto por três episódios. Além desse, seguem-se outros como "História do Teatro da Revista", realizado por Leandro Ferreira e Pedro Clérigo, composto por três episódios, ou "Vírus", que vai abordar o surto dos vários coronavírus e, até, o do VIH/SIDA — tentando compreender o impacto que cada epidemia teve nas sociedades contemporâneas.

Roberto Pereira ajudou a criar "Pôr do Sol" antes de se dedicar à novela da TVI que "inova"
Roberto Pereira ajudou a criar "Pôr do Sol" antes de se dedicar à novela da TVI que "inova"
Ver artigo

Mas há também o documentário "Vinhos Com História", sobre todo o processo de produção de vinho e as pessoas que o fazem, ou "Planeta A", de Jorge Pelicano, focado no tema da sustentabilidade.

Ainda não há data de estreia anunciada para os documentários, mas a RTP garante que estará para breve.

A série documental "Depois do Crime", de Rita Marrafa de Carvalho, também vai regressar. Segundo a RTP, a estreia está prevista para "os próximos meses".

Do "The Voice Portugal" ao "Masterchef Portugal"

No entretenimento do primeiro canal, está assegurada mais uma temporada de "The Voice Portugal", que regressa a 17 de outubro, conduzido por Vasco Palmeirim e Catarina Furtado. Os mentores serão Marisa Liz, Aurea, Diogo Piçarra e António Zambujo.

Será, segundo a RTP, a edição em que haverá "mais gente a cantar música portuguesa pela primeira vez" e em que os concorrentes serão de várias idades e nacionalidades. Além disso, está marcada uma gala especial, em dezembro, para celebrar os dez anos do formato. A RTP anunciou também já estar a gravar a nova edição do "Got Talent Portugal", cuja estreia deverá acontecer apenas em fevereiro de 2022.

"Não há conteúdo nenhum que a Filomena Cautela não possa fazer", diz diretor de programas da RTP
"Não há conteúdo nenhum que a Filomena Cautela não possa fazer", diz diretor de programas da RTP
Ver artigo

"O Programa Cautelar", de Filomena Cautela, também vai regressar, mas apenas em 2022. Vão ser gravados sete programas em dezembro com sete novos temas. "Vamos falar de assuntos como negócios, bilionários, divórcios, saúde mental. Ainda não posso dar data, mas é para breve", refere Filomena Cautela durante a apresentação da grelha da RTP à imprensa.

"Masterchef Portugal" também vai regressar. No total, conte com 15 episódios que deverão começar a ser disponibilizados a partir de novembro, para ocupar as noites de sábado da estação pública. O formato não vai contar com apresentadores e estarão, apenas, os chefs Óscar Geadas, Vítor Sobral e Marlene Vieira responsáveis pela condução o formato.

Ainda no entretenimento, Vasco Palmeirim e Nuno Markl vão trabalhar juntos em televisão pela primeira vez através da adaptação do programa britânico "Taskmaster", em que várias figuras tentam completar uma série de desafios que exigem destreza mental. O formato vai começar a ser gravado em outubro, com a estreia a estar previsto para os primeiros meses de 2022.

Já o "5 Para a Meia-Noite", apresentado por Inês Lopes Gonçalves, regressa a 7 de outubro.

Na informação, Ana Lourenço será o rosto do "Telejornal" aos fins de semana.

Séries e telefilmes para todos

"As pessoas dentro e fora do RTP sabem quais são os nossos objetivos na ficção", explica José Fragoso. Em declarações à imprensa, enumera: produzir várias séries, garantir que as equipas criativas e técnicas têm um contacto internacional e que as séries ganhem projeção através da venda para outros mercados.

Quanto a novidades, o diretor de programas da RTP começa por falar nas várias co-produções que estão a ser feitas.

É o caso da segunda temporada de "Auga Seca", feita em parceria com a SPi (e ainda sem data de estreia, mas que se estreará em simultâneo na RTP e na HBO); "Crimes Submersos", em parceria com a TVE e com Marco D'Almeida no elenco; e "Operação Maré Negra", uma produção luso-espanhola, com Nuno Lopes no elenco, e com estreia em simultâneo na RTP e na Amazon Prime Video nos "primeiros meses de 2022", segundo o canal.

"Glória", uma co-produção da SPi e da RTP, vai estrear-se em simultâneo na RTP1 e na Netflix, mas ainda não há data de estreia. O que tem data é "Bem Bom", a série sobre as Doce, que terá cenas diferentes do filme e com uma história mais aprofundada.

O elenco será o mesmo (Bárbara Branco, como Fátima Padinha; Lia Carvalho, como Teresa Miguel; Carolina Carvalho, como Lena Coelho; e Ana Marta Ferreira, como Laura Diogo) e a estreia está marcada para 2 de outubro, confirmou a RTP à MAGG.

No que toca aos telefilmes, a RTP tem vários em produção numa iniciativa que apelidou "Contados por Mulheres", em que a realização será assegurada por mulheres. A estreia dos telefilmes começa a partir de 2022.

Os telefilmes em questão são os seguintes.

  • "Vizinhas", realizado por Sofia Teixeira Gomes;
  • "Armários vazios", realizado por Cristina Carvalhal;
  • "A Traição do Padre Martinho", realizado por Ana Cunha;
  • "A Hora dos Lobos"; realizado por Maria João Luís;
  • "O Fio dos Mochos"; realizado por Diana Antunes;
  • "Jogos de Enganos", realizado por Rita Barbosa;
  • "Há-de Haver uma Lei", realizado por Ana Moreira;
  • "Os vivos, O morto e o Peixe Frito", realizado por Daniela Ruah;
  • "Quando o Diabo Reza", realizado por Fabiana Tavares;
  • "Serpentina", realizado por Laura Seixas.

No que toca às séries próprias, as novidades da RTP em marcha são "Causa Própria", "O Crime do Padre Amaro" e a segunda temporada de "As Três Mulheres". Ainda não há data de estreia anunciada para nenhuma delas.  A série "A Rainha e a Bastarda", uma adaptação do livro de Patrícia Muller, vai estrear-se ainda este ano.

"Por do Sol" regressa em 2022. RTP confirma segunda temporada
"Por do Sol" regressa em 2022. RTP confirma segunda temporada
Ver artigo

A grande novidade é o anúncio da renovação de "Pôr do Sol" para uma segunda temporada. "Teve um sucesso gigantesco. Recebemos petições, mensagens. Somos sensíveis às pressões e vamos fazer uma segunda temporada de 'Pôr do Sol'", revela José Fragoso.

Quanto à data de estreia, o diretor de programas da RTP prefere não revelar para já. "Não vou dizer a data, mas será durante 2022. Os episódios estão já a ser pensados e escritos."

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.