Depois de ter anunciado o regresso à TVI como diretora de programas de programas, líder da Plurar e acionista, Cristina Ferreira quebrou o silêncio sobre a saída abrupta da SIC com quem estava vinculada até 2022. Numa nova publicação feita este sábado, 18 de julho, a apresentadora recorda os bons momentos que passou na SIC, mas diz que era impensável não regressar à "casa mãe", a TVI, e não ajudar na reconstrução de "paredes que tinham caído".

Num texto que mistura a emoção com algum saudosismo pela casa onde se iniciou enquanto profissional, Cristina Ferreira recorda que entrou na TVI com 26 anos. "Entrei com a timidez que se atenuou com o tempo, a desejar que aquela fosse a minha vida dali para a frente. Tinha tirado Ciências da Comunicação e ali era o meu lugar", começa por escrever.

E continua, referindo a "15 anos de crescimento, memórias, amigos" e tudo aquilo que, diz, "parecia ser para sempre". "Mas o meu para sempre é muito estranho. É que nele está incluído o sair para continuar a crescer. E sair sabendo que aquela é a casa mãe, mas que é preciso. Tive a sorte de nesta saída de dois anos encontrar um lugar especial onde os sonhos tinham espaço. Encontrei pessoas extraordinários, uma casa que será sempre minha, uma equipa agarrada ao coração para sempre", refere.

Negociações entre Cristina Ferreira e TVI começaram há um mês por insatisfação com a SIC
Negociações entre Cristina Ferreira e TVI começaram há um mês por insatisfação com a SIC
Ver artigo

Mas quando alguém lhe explicou que a "casa mãe", o canal onde se profissionalizou e que a viu crescer, precisava da sua ajuda, foi incapaz de dizer que não. "Um dia alguém me disse que a casa mãe precisava de mim. Olhei e percebi que fazia lá falta. Era preciso reconstruir paredes que tinham caído. Ninguém gosta de ver a casa da mãe a cair."

Por isso, defende, "a filha volta para trabalhar". "Encontra muitos dos amigos de braços abertos, novos inquilinos e sorrisos no rosto. Aí, as saudades do lugar do sonho (onde deixo uma das memórias mais bonitas da minha vida), dão lugar ao entusiasmo de perceber que está tudo certo. De verdade", conclui.

Depois de ter deixado a TVI pela SIC, Cristina Ferreira vai voltar à estação que trocou há dois anos. A notícia foi avançada esta sexta-feira, 17 de julho, pela Media Capital e pela própria apresentadora num comunicado oficial. No entanto, este regresso significa também um poder reforçado para aquela que foi a apresentadora do "Você na TV!"juntamente com Manuel Luís Goucha.

Sabe-se que além da posição de diretora de programas, Cristina Ferreira vai ainda liderar a subsidiária Plural que é a produtora responsável por idealizar e produzir os conteúdos de ficção. Além disso, a apresentadora vai também ocupar uma posição de administração na Media Capital e será acionista da holding da Media Capital.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.