Se recebesse um japonês em casa para uma sardinhada, certamente dir-lhe-ia para puxar uma fatia de pão ou broa, colocar uma sardinha em cima, deixar os talheres de lado e arranjar assim mesmo: com a mão. Estas regras fazem parte da nossa tradição, tal como outras gastronomias têm as suas. É o caso do sushi, sobre o qual ouvimos variadas teorias — como que as peças têm de comer-se de uma só vez ou que sushi é para comer com as mãos.

Já explicámos aqui como fazer arroz de sushi, ao qual só tem de adicionar peixe fresco e fruta ou legumes à escolha, resta saber como comer quando tudo estiver pronto ou quando pedir um combinado num restaurante.

Quiz. Só um verdadeiro mestre nos pauzinhos vai acertar em 8 destas 10 questões sobre as regras do sushi
Quiz. Só um verdadeiro mestre nos pauzinhos vai acertar em 8 destas 10 questões sobre as regras do sushi
Ver artigo

Para que não haja dúvidas sobre como comer, vários chefs de Tóquio, no Japão, explicam tudo ao pormenor e deixam uma série de dicas reunidas pela "CNN Travel". Não só têm as origens no mesmo local onde nasceu o sushi — no Japão, onde tudo começou com a técnica narezushi, que consiste em embrulhar o peixe em arroz fermentado —, como uma vasta experiência nesta comida que implica uma formação intensa para ser chef.

Ponto por ponto, leve estes ensinamentos consigo para a vida (e para a próxima vez que for comer sushi). Se precisar de dicas, sugerimos alguns dos novos restaurantes em Portugal, com sushi na carta: Aruki Oeiras, Casa Japonesa, Uddo, Hen.tai e Wabi Sabi.

  1. Molho de soja. Deixe de afundar as peças de sushi no molho de soja. Deve pegar no sushi e virá-lo de cabeça para baixo de modo a mergulhar o peixe primeiro, porque, se fizer ao contrário, o arroz vai desfazer-se, além de que absorverá muito molho e o verdadeiro sabor da peça acaba por perder-se.
  2. Levar à boca. "O peixe deve tocar a língua primeiro", diz Koji Sawada, responsável pelo restaurante Sawada, com duas estrelas Michelin. Sobre comer tudo de uma vez, nada é referido, por isso, fica ao seu critério.
  3. Wasabi. Não misture wasabi no molho de soja, a não ser que vá comer sashimi (peixe cru).
  4. Gengibre. Para uns fica sempre de lado, para outros mais viesse. A ideia é retirar um pouco para o seu prato e coma entre peças para refrescar o paladar.
  5. Com ou sem pauzinhos. Idealmente sem, mas nos tempos que correm comer sem pauzinhos pode não ser a melhor ideia. "Hoje em dia quase toda a gente usa pauzinhos. É por uma questão de higiene", refere o o chef Goh Saito, do restaurante Magurobito, em Asakusa. Ainda assim, os chefs esclarecem que comer sushi com as mãos é a forma mais tradicional e que mantém o sabor autêntico do sushi. Isto porque os pauzinhos acabam por comprimir os grãos de arroz soltos e alterar a textura da peça.
  6. Comer logo. Não é que seja difícil dar conta de um combinado de sushi em poucos minutos, mas quando se trata de um rodizio, por exemplo, não é de bom tom deixar a peça que acaba de ser servida durante muito tempo no prato. A razão é simples: acaba por perder qualidade — muda a temperatura, a textura e a humidade — e lá se vai o esforço do chef que a preparou.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.