As polémicas perseguem os 13 concorrentes do "Big Brother Famosos". Algumas já ocorreram dentro da casa mais vigiada do País, outras passaram-se cá fora, mas também já entraram para a casa. Em conversa com a apresentadora, o anfitrião ou entre colegas, estas controvérsias têm sido abordadas.

A MAGG concede-lhe mais informação sobre alguns momentos polémicos da vida de cinco dos concorrentes: a relação entre Kasha e Bárbara Bandeira, enquanto a cantora era menor de idade; a batalha de Jardel contra as drogas; o ataque à Academia de Alcochete em que Bruno de Carvalho foi constituído arguido; a rejeição de Leandro para participar no evento solidário "Natal dos Hospitais" e a violência psicológica que Laura Galvão sofreu aos 13 anos.

Bruno de Carvalho e a Justiça

Bruno de Carvalho já foi, por duas vezes, presidente da casa do "Big Brother", mas, como se sabe, não foi a estreia do empresário num cargo de liderança. Foi em 2011 que se candidatou, pela primeira vez, à presidência do Sporting Clube de Portugal, sonho que tinha desde criança. Acabou por perder para Godinho Lopes, mas, dois anos depois, em 2013, voltou a tentar.

Alcançou a vitória, tornando-se o 42.º presidente do clube de Alvalade. Em março de 2017, foi reeleito com mais de 86% dos votos. A 15 de maio de 2018 aconteceu a invasão, por quase quatro dezenas de adeptos, à academia de Alcochete, que resultou na agressão a jogadores e elementos da equipa técnica.

Bruno de Carvalho teme "tsunami" de críticas. "Quase todas as pessoas acham que sou drogado"
Bruno de Carvalho teme "tsunami" de críticas. "Quase todas as pessoas acham que sou drogado"
Ver artigo

Na sequência deste acontecimento, Bruno de Carvalho foi constituído arguido e considerado autor moral dos ataques. Esteve cinco dias detido, tendo ficado depois em prisão domiciliária. No mês seguinte aos ataques, a 23 de junho de 2018, o empresário foi destituído do cargo de presidente do clube devido a uma votação em Assembleia Geral. Em 2019, foi expulso de sócio do clube. Em maio de 2020, foi absolvido dos crimes em questão, classificados como terrorismo.

Jardel e a toxicodependência

De acordo com as declarações do próprio, terá começado a consumir droga no final dos anos 90. Foi só em 2008 que assumiu o vício publicamente. Em entrevista em 2019 à Record TV, revelou que "a primeira vez [que consumi droga] foi aqui em Fortaleza". "Eu não morava aqui, foi numas férias. Eu jogava no FC Porto [1996-2000]. Estava numa fase profissional excelente. Aí veio a curiosidade, aquela sensação da cocaína", continuou o brasileiro.

Ao receber a notícia de que ficaria de fora do Campeonato do Mundo, bem como após a separação de Karen Ribeiro, com quem esteve casado desde 1995 e 2002, refugiou-se na droga. "Entrei numa fase cruel, gastava muito dinheiro, sem responsabilidade, carente, chorava", disse, na mesma entrevista.

Jardel já falou sobre o assunto com os agora colegas de casa, mas sem entrar em grandes detalhes. De acordo com Sandra Souza, a noiva do antigo futebolista, Jardel "está limpo há quase dois anos". O par conheceu-se numa altura em que o SuperMário já consumia droga. "Quando eu conheci o Jardel, já sabia desse problema. Entrei sabendo", disse Sandra, em entrevista à MAGG.

Laura Galvão e a violência

No vídeo de apresentação para o "Big Brother Famosos", Laura Galvão recordou um evento traumático do passado, que intitulou como "o momento mais triste" da sua vida. "Foi quando eu abandonei a minha mãe para ir viver com outra pessoa, aos 13 anos", revelou. Tratava-se de um homem mais velho, da sua família.

Apesar de não ter entrado em grandes detalhes durante a sua estadia no programa, que terminou a 16 de janeiro, quando a atriz decidiu desistir do desafio, já eram públicos outros pormenores. Segundo a "Nova Gente", trata-se do pai da atriz, José Galvão. Aos 13 anos, Laura terá ido viver com o progenitor para Pedrógão Grande, como avançou a "TV Mais".

Esta experiência não correu bem, como a própria explicou em entrevista ao programa "Você na TV!", em março de 2019. "Era obrigada a fazer desporto, tinha várias rotinas, tinha de ter boas notas e ajudar em casa", quando "não o queria fazer, preferia brincar, passear", mas era impedida. "Aos 13 anos, já não brincava", revelou.

"Tinha-me sido mostrado um lado dessa pessoa que eu rapidamente descubro que não existe. E quando o descubro, tento sair e voltar para a minha mãe e não consigo, porque me foi proibido o contacto com ela", continuou, na mesma entrevista. "Na escola sou vigiada pela GNR local e pela pessoa. Foi criado um controlo sobre mim, queria saber o que é que eu fazia, para onde é que ia", acrescentou.

Na sequência destas declarações da parte da atriz de 33 anos, José Galvão avançou com uma queixa contra a TVI por violação do direito à honra e ao bom nome. Esta situação traumática levou a atriz a tentar, por duas vezes, suicidar-se. Tentou por várias vezes fugir de casa, até que obteve sucesso, a0s 15 anos. Laura Galvão foi acompanhada por psicólogos e psiquiatras e também teve de tomar medicação.

Kasha e a relação com Bárbara Bandeira

A primeira Curva da Vida desta edição do "Big Brother Famosos" pertenceu a Kasha. Um dos assuntos abordados foi a sua relação, agora terminada, com a cantora Bárbara Bandeira. Os dois namoravam há dois anos e meio quando, em agosto de 2021, decidiram colocar um término ao compromisso.

O artista dos D.A.M.A, de 32 anos, e a cantora, de 20, foram alvo de muita polémica e críticas devido à diferença de idades, uma vez que Bárbara era menor quando iniciaram a relação. Nem os pais da artista, Rui Bandeira e Siara Holanda, aceitaram o relacionamento nos primeiros tempos.

Na Curva da Vida, referiu esta apreensão. "São malucos da cabeça", citou, quanto ao que o par ouvia. "Mas sonhadores e com um amor forte o suficiente para acreditarmos que iríamos ser um casal até ao fim das nossas vidas", justificou. "Quando o amor é de verdade, ele não se acaba, ele transforma-se", disse o cantor no mesmo segmento, quanto ao término.

"De repente, não fazia mais sentido continuarmos juntos. E aí é quando para mim se dá o derradeiro ato de amor, que é o deixar ir", completou o músico sobre o "amor muito bonito" que viveram. Francisco Maria Pereira e Bárbara Bandeira chegaram a viver juntos e, em 2020, compuseram juntos o tema "Eu Não", que falava da relação que viviam e dos sentimentos inerentes.

Leandro e o "Natal dos Hospitais"

Leandro recusou atuar com cantores pimba. Agora, sobe ao palco com Jorge Guerreiro
Leandro recusou atuar com cantores pimba. Agora, sobe ao palco com Jorge Guerreiro
Ver artigo

Em dezembro de 2021, Leandro cancelou a atuação que confirmara no "Natal dos Hospitais" por não querer estar inserido no mesmo horário que cantores "ditos pimba ou populares", justificou na altura do evento solidário da RTP1. Considera-se, em vez disso, um "cantor romântico".

Foi no seu Instagram que deu a notícia, depois de visitar os estúdios da RTP1 na manhã do dia do evento. "Não vou subir ao palco do Natal dos Hospitais na RTP1", disse, no vídeo. "Tomei essa decisão porque não me enquadro na programação", continuou, terminando com "Venho aqui pedir desculpa ao meu público". Deixou, assim, de ser um dos artistas a subir ao palco pela causa.

"Foi uma opção profissional. Eu considero-me um cantor romântico, como o Julio Iglesias, e tenho lutado muito para me tirarem o rótulo de cantor pimba", explicou à revista "Nova Gente". "Ao longo dos últimos anos, tenho feito tudo para me afastar desse rótulo e, quando cheguei à RTP, percebi que tinham colocado a minha atuação da parte da manhã, que é o horário em que os cantores ditos pimba, ou populares, atuam", avançou, reforçando que estes teriam uma diferente "linha musical", com a qual não se identifica.

"Colocarem-me neste horário é tirar mérito ao trabalho que eu tenho feito ao longo dos anos. Eu estou num registo musical diferente", afirmou à revista, garantindo que iria apresentar queixa: "O que está a acontecer é um jogo de interesses. Não é a primeira vez que acontece uma coisa deste género, por isso vou fazer queixa à direção da RTP".

O público não escondeu a revolta perante a atitude do artista, que acabou por rejeitar a causa solidária. Depois deste episódio, durante a estadia de Leandro no "Big Brother Famosos", o anfitrião da casa ordenou que tanto ele como Jorge Guerreiro atuassem no "Somos Portugal", ao domingo, à distância. Jorge Guerreiro é considerado um cantor popular.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.