Após duas semanas no"Big Brother", Ana Soares foi expulsa na gala deste domingo, 26 de setembro. Apesar de se ter dado a conhecer a alguns colegas, a concorrente considera que esteve mais apagada no jogo e se mostrou pouco aos telespectadores. "Falhou talvez mostrar um pouquinho mais, falhou ser mais opinativa, falar mais, basicamente".

Há cerca de três anos, Ana viveu uma das piores fases da sua vida: ficou noiva, um mês depois descobriu que estava grávida, sofreu um aborto espontâneo e a relação terminou. Em conferência de imprensa, confessou ter ficado muito revoltada e que, depois de perder o bebé, foi uma "bola de neve". A ex-concorrente fala sobre os seus pensamentos na altura: "Porquê? Há tanta gente que não quer bebés, que os tem e que os abandona e que os maltrata. Infelizmente usam drogas e fazem tantas coisas más durante a gravidez e têm bebés saudáveis".

João Ligeiro desistiu do Sporting pelos pais. "Nunca tinha visto a minha mãe nesse estado"
João Ligeiro desistiu do Sporting pelos pais. "Nunca tinha visto a minha mãe nesse estado"
Ver artigo

Ana Soares recorda os avisos do ex-namorado para não comprar presentes para o bebé antes de completar as 12 semanas de gravidez e refere as coincidências da vida: "No dia em que, pelas contas, fazia os três meses, comprei umas botinhas e um babygrow. No dia a seguir perdi o bebé". Apesar de ter recebido todo o apoio do companheiro, conta que se fechou, o que acabou por conduzir à separação, 10 meses depois do pedido de casamento.

Concorrente expulsa sofre de fobia social

A entrada no reality show foi um desafio ainda maior, devido à sua fobia social. "Nós lá dentro, às vezes, nem temos noção que são milhões [de telespectadores]. Eu estava-me ali a expor para dezanove, mesmo dezanove já era muito", diz a concorrente. Atualmente, diz estar está "90% controlada", graças a terapia e psiquiatria, mas não nega sequelas, como a barreira que impõe a quem se tenta aproximar.

"Devemos procurar ajuda quando realmente precisamos dela e foi o que eu tive de fazer. Andei muitos anos com fobia social e tive de a enfrentar. Eu já deveria ter pedido ajuda há muito tempo, mas entretanto tive um obstáculo que não dava para contornar sem pedir ajuda", conta, referindo-se aos exames nacionais do 12.º ano que, sem o acompanhamento de um especialista, não teria conseguido realizar.

Na casa, aproximou-se de Nuno Lopes, o primeiro expulso da nova edição do formato, mas esclarece que são só amigos e o seu coração está noutro lado. "Eu tinha e tenho alguém. Já tinha antes de entrar no 'Big Brother' e continua, pelos vistos, à minha espera e estou muito contente por saber".

Já sobre Ricardo e Joana, a ex-concorrente nega ser jogo e consegue ver alguma coisa a acontecer. "Lá dentro talvez ela não queira uma relação, mas tivemos esta conversa várias vezes e não fecha as portas. Ela disse-me que, se começar a sentir alguma coisa por ele, ele vai saber, mas que dentro da casa não se quer envolver com ele". O amor ainda não nasceu, mas Ana Soares nota um carinho entre os dois e não descarta desenvolvimentos até à próxima gala.

"Acredito que com a minha saída e com o facto de ela estar nomeada, que há ali uma vulnerabilidade da Joana e ela poderá apoiar-se mais no Ricardo. Obviamente que, se é o ponto de equilíbrio dela e o porto seguro, é normal que possa acelerar a nível de sentimentos".

Bruno com paixoneta por António? "Há uma linha muito ténue entre o ódio e o amor, portanto nunca se sabe"

Ainda sobre os concorrentes do "Big Brother", Ana Soares revela a sua análise do jogo: António, Ana Barbosa, Ricardo, Rui Baptista, João são os mais fortes e Maria da Conceição, Aurora, Lourenço os mais fracos. Já sobre Rita, acha que esforça muito para sobressair e "está a exagerar um bocadinho o boneco" para ser notada pelos telespectadores. Confessa que esses exageros foram um obstáculo para uma possível amizade com Rita e que Maria da Conceição, foi a outra participante com quem sentiu menos empatia.

Questionada sobre a paixoneta de Bruno d'Almeida, da qual não estava a par, apenas vê uma possível atração por Rui Pinheiro, com quem o concorrente brinca mais. "Ainda no outro dia estavam a dizer que a Débora gostava de dar umas trinquinhas no Rui Pinheiro e ele [Bruno] disse ‘quem deveria dar umas trinquinhas era eu’ ", revela. A ex-concorrente fala, ainda, em António: "seria muito estranho porque eles discutem tanto... mas há uma linha muito ténue entre o ódio e o amor, portanto nunca se sabe". Ainda assim, Ana Soares não acredita que seja real. "Não estou a ver o Bruno já apaixonado por alguém ou com interesse sequer (...) Honestamente acho que foi mais para fintar a Ana do que outra coisa".

Ana Soares gosta muito do ex-colega e menciona a sua dupla personalidade: "Ele é isso tudo que ele admite ser, mas tem os dois lados: tem o bitchy e depois tem aquele lado muito carinhoso e que demonstra que gosta e que procura atenção e abracinhos".

Em relação a Ana Morina, considera que não está a ser coerente e é a primeira a não pôr em prática a causa que defende. "Acho que ela se está a enrolar nela própria. (...) Nomear alguém [Aurora] que fez um pão para toda a gente, porque não limpou a farinha, não faz sentido nenhum. Uma pessoa com sororidade, as mulheres vão-se unir, ela fez o pão, ela vai limpar a farinha, não há problema nenhum, nem sequer precisava de dizer nada". Para a ex-concorrente, Ana Morina pode ter-se perdido no jogo e assegura que as mulheres da casa não combinaram proteger-se umas às outras. “Na cabeça dela nós tínhamos já um pacto inicial, que nem era preciso ser falado, só por sermos mulheres acontecia. E não acontecia, aconteceu para ela na primeira semana".

Ana Barbosa e Morina em confronto após gala. "Estás a provar do teu próprio veneno"
Ana Barbosa e Morina em confronto após gala. "Estás a provar do teu próprio veneno"
Ver artigo

Na gala conduzida por Cláudio Ramos e Manuel Luís Goucha, Débora aceitou um dilema e retirou 1.000€ ao prémio final em troca de uma imunidade. Ana Soares conta que ninguém esperava e que, se estivesse no seu lugar, não mexia no dinheiro. Rui Baptista sagrou-se, ainda, o líder da semana e, apesar de o considerar "um líder nato", a ex-concorrente antevê conflitos se faltar comida na casa.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.